Voltar ao Início

Você está em:

3 mitos sobre a calvície e por que ela não é ‘necessariamente ruim’

Embora hoje entendamos muito melhor como funciona o sistema capilar, muitos equívocos sobre a queda de cabelo persistem
Amanda Omura

Amanda Omura

A busca por soluções para calvície não vem de hoje, mas de séculos.

Sabe-se que, há quase 2 mil anos, o grego Hipócrates — considerado o pai da medicina moderna por ter sido o primeiro a separar suas observações científicas das crenças religiosas então vigentes — passou a observar o funcionamento do cabelo, testando formas de reverter sua queda.

Embora hoje entendamos muito melhor como funciona o sistema capilar, ainda existem muitos equívocos que são repetidos sobre a queda de cabelo — que "não é necessariamente uma coisa ruim", segundo defende Carolyn Goh, dermatologista especializada na perda de cabelo e em distúrbios do couro cabeludo.

Mito 1: os culpados são os genes da mãe
Você já deve ter ouvido por aí que os genes que causam a calvície vêm do lado materno da família, mas a realidade é muito mais complexa do que isso.
Mito 2: usar boné ou lavar muito o cabelo pode intensificar a queda
Quantas vezes você lava o cabelo por semana? Todos os dias? Três vezes por semana? Você usa boné ou chapéu com frequência?
Provavelmente nada disso tem a ver com sua queda de cabelo.

Esses mitos estão relacionados a algo que é bem verdadeiro: o couro cabeludo é uma das áreas mais oleosas da pele.

A médica afirma que, se uma pessoa está usando os produtos certos, não deve ter problemas em lavar o cabelo todos os dias.

Mito 3: não existe solução comprovada para a queda de cabelo

Atualmente, existem pelo menos três alternativas clinicamente comprovadas para combater a calvície.

Nenhuma delas garante resultados com 100% de eficácia, dado o complexo sistema químico e biológico envolvido na queda de cabelo, mas elas podem ajudar a desacelerá-la ou mesmo revertê-la — lembrando que nunca se deve iniciar tratamento com medicamentos sem orientação médica.

Minoxidil: é um composto vendido na forma de loção ou espuma, aplicadas diretamente no couro cabeludo;
Finasterida: aplicado por via oral. Era originalmente usada para tratamento de um tipo de aumento benigno da próstata, mas agora, em concentrações mais baixas, também previne a queda de cabelo;
Transplantes: em geral, os folículos capilares são removidos da parte da cabeça onde o crescimento do cabelo continua e inseridos nas partes onde não há mais crescimento. Diferentes técnicas de transplante evoluíram muito nos últimos anos.
Sobre este último tratamento, a doutora Goh acredita que ainda há uma hesitação sobre sua eficácia, mas ela garante que "os transplantes de hoje são realmente bons".

Posts Relacionados

Mitos e fatos sobre nutrição: o glúten realmente faz mal?

Mitos e fatos sobre nutrição: o glúten realmente faz mal?

O glúten tem sido o vilão: cada vez mais pessoas não toleram o conjunto de proteínas encontrados no trigo e em outros grãos

Como determinar o tamanho ideal das porções de comida para cada pessoa

Como determinar o tamanho ideal das porções de comida para cada pessoa

Além da qualidade dos alimentos, também é importante consumir uma quantidade adequada. Como calcular isso?

Passar protetor solar apenas em algumas partes do rosto traz alerta para saúde

Passar protetor solar apenas em algumas partes do rosto traz alerta para saúde

Prática que visa criar um 'jogo de luz e sombra na pele' ao passar protetor solar apenas em partes do corpo não é recomendada

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

pt_BRPortuguese