Voltar ao Início

Você está em:

65% dos trabalhadores aderem à marmita, mostra pesquisa

51,72% disseram que sempre levam a comida de casa e 20,63%, de duas a três vezes por semana
Amanda Omura

Amanda Omura

A marmita passou a ser a principal aliada do trabalhador que precisa enfrentar o avanço da inflação ou economizar para manter o orçamento em dia. Pesquisa da Sodexo Benefícios e Incentivos mostra que 65% dos profissionais entrevistados costumam levar a comida pronta de casa para o trabalho. Isso ocorre em meio à alta nos preços da refeição fora de casa – que está custando, em média, R$ 40,64.

O levantamento foi feito com 3.931 pessoas em todo país entre os dias 13 e 15 de julho.

A pesquisa mostra que outros 17,22% costumam almoçar em restaurantes que oferecem o prato feito, seguido dos que costumam comer em restaurante por quilo (14,68%) e em restaurantes à la carte (3%).
Marmita já era adotada antes de alta da inflação
A pesquisa mostra ainda que a opção pela marmita já era adotada pelo trabalhador antes do avanço da inflação – 33,15% afirmam terem o hábito de levar a comida pronta de casa por considerá-la uma refeição mais barata. Outros 25,36% dizem preferir a comida caseira, seguidos de 22,82% que passaram a levar marmita após a alta dos preços.
Já 18,67% declararam que, mesmo com a alta dos preços, preferem comer em restaurante.

A pesquisa mediu também com que frequência a opção da marmita é utilizada na semana:
51,72%: sempre
20,63%: de duas a três vezes por semana
20,27%: nunca
7,38%: uma vez por semana

Menor adesão à marmita é no sábado
Os trabalhadores evitam levar marmita no sábado (55,23%), na sexta-feira (43,27%) e na segunda-feira (27,04%). Já às terças-feiras (13,43%), quartas (15,85%) e quintas (14,83%), o índice de trabalhadores que não levam marmita cai consideravelmente.

Em relação aos finais de semana, 43,28% afirmam que ainda continuam frequentando restaurantes, mas não com a mesma frequência de antes. Outros 40,52% declaram que não frequentam mais restaurantes por não terem mais condições financeiras para isso, e 16,21% continuam frequentando os estabelecimentos normalmente.
Inflação 'encolhe' período de uso do vale-refeição
Para Willian Tadeu Gil, diretor de Relações Institucionais e de Responsabilidade Corporativa da Sodexo Benefícios e Incentivos, o cenário inflacionário desafiador atinge diretamente o setor de alimentos e, consequentemente, o bolso do trabalhador brasileiro, que passou a desembolsar do próprio bolso 9 dias do orçamento para as refeições fora de casa.

Segundo outra pesquisa da Sodexo, desde a chegada da pandemia, em 2020, até junho deste ano, a duração média do vale-refeição tem sido de apenas 13 dias. Em 2019, era de 18 dias. A pesquisa leva em conta a concessão do vale-refeição por 22 dias, que é o período útil de trabalho dos funcionários.

Posts Relacionados

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Valor é 65% maior que o volume de autuações de 2022 e coincide com esforço por maior arrecadação

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

Governo quer aprovar medidas econômicas, como a criação de uma linha de crédito para CadÚnico

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

A discussão sobre quais produtos serão contemplados com quais benefícios ainda não foi feita

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Segundo o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, três sugestões foram levantadas

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Expectativa do governo é de que cerca de 43 mil famílias sejam beneficiadas pela medida

Imposto de Renda 2024: sou MEI, como faço minha declaração?

Imposto de Renda 2024: sou MEI, como faço minha declaração?

MEIs precisam fazer duas declarações diferentes: a tradicional e o faturamento da empresa

Desenrola: Correios e a Serasa promovem megafeirão de renegociação nesta quinta

Desenrola: Correios e a Serasa promovem megafeirão de renegociação nesta quinta

Segundo a Fazenda, mais de 12,2 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo Desenrola Brasil

Governo atrasa, e Haddad diz que reforma do Imposto de Renda será feita em etapas

Governo atrasa, e Haddad diz que reforma do Imposto de Renda será feita em etapas

Quando foi promulgada a reforma, Congresso estipulou 90 dias para apresentação de reforma do IR

pt_BRPortuguese