Voltar ao Início

Você está em:

Ácido hialurônico: os riscos e contraindicações do produto que virou hit contra rugas

Uma das estrelas da popular "harmonização facial", o ingrediente virou sinônimo de produto de beleza
Amanda Omura

Amanda Omura

Nas últimas décadas, a busca por um rosto livre de rugas e outros sinais de envelhecimento ganhou um grande aliado: o ácido hialurônico, uma substância que pode ser aplicada nas camadas internas da pele para promover hidratação, fazer um preenchimento e dar os contornos desejados no queixo, bochechas, lábios e pálpebras.

Uma das estrelas da popular "harmonização facial", o ingrediente virou sinônimo de produto de beleza e hoje aparece nos rótulos de muitos cremes e nas propagandas de clínicas de estética ou consultórios.

Mas será que ele pode ser usado por todo mundo mesmo? Existem contraindicações e efeitos colaterais? E qual a diferença entre os cremes vendidos nas lojas e as injeções aplicadas em consultórios?

Entenda em cinco pontos as principais questões relacionadas a esse produto.
O que é ácido hialurônico?
O ácido hialurônico é uma substância fabricada pelo nosso próprio organismo e o de muitos outros animais.

Ele tem a função de manter a hidratação natural das células que compõem as camadas internas da pele, além de ajudar a sustentar e preencher esse tecido.
"Com o passar dos anos e o processo de envelhecimento, a gente vai perdendo a matriz extracelular da pele, que se torna mais fina e solta", explica a médica Alessandra Grassi Salles, coordenadora do Grupo de Cirurgia Estética, Cosmiatria e Laser da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Qual a diferença entre os cremes e as injeções?
"A grande questão é que o ácido hialurônico que nós produzimos naturalmente tem uma meia vida muito curta. Ele é absorvido pelo corpo em menos de 48 horas", diz o médico Daniel Boro, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
"A indústria então desenvolveu versões desta substância que são bem mais resistentes e permanecem no organismo por meses."

Para quem o ácido hialurônico é indicado?
De forma geral, não existe uma "receita de bolo", ou uma recomendação geral que sirva para todas as pessoas.

"Nós podemos aplicar o ácido hialurônico como parte do processo de gerenciamento do envelhecimento da pele", aponta Boro.

Os resultados da aplicação são definitivos?
Não. O ácido hialurônico utilizado em procedimentos até dura mais tempo, mas aos poucos ele é absorvido pelo organismo. "Tudo depende do tipo de gel e da parte do rosto em que ele será aplicado", responde Boro.
"Em linhas gerais, ele permanece nas camadas da pele por cerca de um ano, mas esse tempo costuma variar entre seis e 18 meses."

Posts Relacionados

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Sem comprovação de eficácia, produtos não são aprovados pela Anvisa e podem causar alergias em contato com a pele

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

Ultraprocessados, como cereais matinais e refrigerantes, foram associados a 32 efeitos prejudiciais à saúde

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Por que adiamos declaração de imposto de renda ou fazer faxina? Por que algumas pessoas "enrolam" mais do que as outras?

pt_BRPortuguese