Voltar ao Início

Você está em:

Alguns alimentos são mesmo capazes de reduzir o apetite?

Uma análise de 32 pesquisas concluiu que não existe comprovação consistente de que a pimenta e o chá verde possam reduzir o apetite das pessoas
Amanda Omura

Amanda Omura

Provavelmente, suas compras semanais incluem produtos com embalagens prometendo que o alimento tem ótimo sabor, permanece fresco e faz bem para a saúde. E você pode também encontrar produtos que dizem que irão manter você saciado por mais tempo.

Existem pesquisas que indicam que o consumo de alguns alimentos, como pimenta e gengibre, pode nos fazer sentir menos fome mais tarde. Mas esses estudos, muitas vezes, usam grandes quantidades de alimento e testam os efeitos em animais, segundo Gary Frost, chefe da Rede Imperial de Alimentos e Nutrição do Imperial College de Londres. Ele afirma que esses efeitos ainda não foram traduzidos para os seres humanos.

Mas um estudo observou as propriedades de uma substância existente na pimenta - a capsaicina (o ingrediente ativo que fornece picância à especiaria) - na redução do nosso apetite, usando quantidades mais próximas da alimentação humana média.
Mary-Jon Ludy, professora de alimentação e nutrição da Universidade Estadual Bowling Green em Ohio, nos Estados Unidos, experimentou primeiramente em casa, acrescentando pimenta às suas próprias refeições, antes de decidir qual seria uma quantidade palatável realista para americanos.

Ela então convidou 25 pessoas a irem ao seu laboratório por seis vezes e ofereceu tigelas de sopa de tomate. Após a sopa, eles permaneceram no laboratório por quatro horas e meia, para que seu apetite e seu gasto de energia pudessem ser medidos em intervalos regulares. Por fim, eles receberam outra refeição, com a recomendação de que poderiam comer o quanto quisessem.

Os participantes que consumiram sopa com 1 g de pimenta queimaram 10 calorias a mais nas quatro horas e meia que se seguiram. Já os que comiam pimenta normalmente apenas uma vez por mês relataram ter pensado menos em comida naquele período e comeram 70 calorias a menos quando receberam a segunda refeição, em comparação com aqueles que normalmente comem pimenta três vezes por semana ou mais.

Ludy realizou o mesmo experimento com pimenta em cápsulas, em vez de sopa. Mas ela só verificou o aumento da queima de gordura depois que as pessoas comeram a sopa de tomate com pimenta.

"Isso indica algo importante sobre a experiência da queimação e formigamento na boca", afirma ela.

Queimar 10 calorias a mais depois de uma refeição apimentada é muito pouco e não irá trazer efeitos de longo prazo. Frost indica que estudos como este, que demonstram efeitos de curto prazo sobre o apetite, não conseguiram demonstrar efeitos duradouros.

A este respeito, uma análise de 32 pesquisas concluiu que não existe comprovação consistente de que a pimenta e o chá verde possam reduzir o apetite das pessoas.

Posts Relacionados

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Sem comprovação de eficácia, produtos não são aprovados pela Anvisa e podem causar alergias em contato com a pele

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

Ultraprocessados, como cereais matinais e refrigerantes, foram associados a 32 efeitos prejudiciais à saúde

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Por que adiamos declaração de imposto de renda ou fazer faxina? Por que algumas pessoas "enrolam" mais do que as outras?

pt_BRPortuguese