Voltar ao Início

Você está em:

Ao menos 38 mil novas pessoas começaram a viver nas ruas desde o início da pandemia

Maior parte desse contingente: 2 em cada 10 pessoas em situação de rua vivem em São Paulo
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Ao menos 38.605 novas pessoas começaram a morar nas ruas no Brasil desde o início da pandemia de Covid-19. É o que mostra um levantamento do Observatório Brasileiro de Políticas Públicas com a População em Situação de Rua (POLOS-UFMG), feito com base nos dados do CadÚnico, do Ministério da Cidadania.

Em 2019, 174.766 pessoas estavam em situação de rua. Em setembro deste ano, o número saltou para 213.371.

E o número ainda pode estar subnotificado, de acordo com o coordenador do POLOS-UFMG, André Luiz Dias. O levantamento considera apenas as pessoas que estão no CadÚnico. Mas, uma vez que os municípios têm dificuldade para atualização e realização de novos cadastros, especialmente por conta da pandemia, o número pode ser ainda maior.
"Em 2020, por exemplo, 33% das pessoas que viviam na rua não estavam no CadÚnico. Em 2021, o número era de 45%", explica o pesquisador.

Regiões
A região Sudeste concentra 62% dessa população. Em especial, o estado de São Paulo, que abriga 40% do total do país, onde estão quase 86 mil pessoas em situação de rua. No Nordeste, estão 15% das pessoas em situação de rua; no Sul, 14%; no Centro-Oeste, 7%; e no Norte, 2%.

A capital paulista tem a maior parte desse contingente: 2 em cada 10 pessoas em situação de rua vivem em São Paulo. Depois de São Paulo, as capitais com maior número de pessoas em situação de rua são Rio de Janeiro (12.162), Belo Horizonte (11.165), Brasília (7.308) e Salvador (6.952).

Ainda segundo o levantamento do POLOS-UFMG, 68% dessa população é negra.
"Esse é um fenômeno social complexo que, no Brasil, tem relação com o racismo estrutural. Essas pessoas são historicamente inviabilizadas e silenciadas e estão tendo seus direitos violados recorrentemente", afirma o pesquisador Dias.

Faixa etária
Quanto à faixa etária, 87% das pessoas têm entre 18 e 59 anos. Os idosos representam 10% das pessoas em situação de rua e as crianças e adolescentes, 3%. A maior parte (47%) tem ensino fundamental incompleto. Outros 17% possuem Ensino Médio completo, enquanto 11% não sabem ler ou escrever.

Há uma década, em 2012, o número de pessoas de situação de rua era de 12.775. Desde então, o número cresceu, ano após ano.
"Só em 2021 houve uma redução nos registros de população em situação de rua. Com a pandemia, os municípios tiveram dificuldade em registrar isso, por algumas razões, como equipamentos públicos fechados e funcionários do SUAS [Sistema Único de Assistência Social], que fazem esses cadastros, que não são, até hoje, grupos prioritários para vacinação", explica o coordenador do POLOS-UFMG.

Posts Relacionados

Chuvas no RS: setor produtivo divulga primeiros balanços de prejuízos

Chuvas no RS: setor produtivo divulga primeiros balanços de prejuízos

Ainda sem dados mais robustos, entidades calculam impactos preliminares do desastre

IPCA: preços sobem 0,38% em abril, puxados por medicamentos e alimentos

IPCA: preços sobem 0,38% em abril, puxados por medicamentos e alimentos

Resultado veio acima das expectativas do mercado financeiro, que esperavam alta de 0,35% no mês

Câmara aprova projeto que incentiva geração de energia solar para atender baixa renda

Câmara aprova projeto que incentiva geração de energia solar para atender baixa renda

A proposta visa garantir o acesso à eletricidade para famílias em situação de vulnerabilidade social

Embraer aposta em conversão de aviões comuns em cargueiros para crescer no mercado

Embraer aposta em conversão de aviões comuns em cargueiros para crescer no mercado

De acordo com a Embraer, apesar do prejuízo líquido de R$ 63 milhões, esse resultado é otimista

Setor de máquinas agrícolas fatura 35% menos no trimestre, mas espera recuperação

Setor de máquinas agrícolas fatura 35% menos no trimestre, mas espera recuperação

Resultado é fruto de seca no campo, taxas elevadas e falta de créditos do governo no atual ciclo

Desemprego sobe a 7,9% no trimestre terminado em março, diz IBGE

Desemprego sobe a 7,9% no trimestre terminado em março, diz IBGE

Taxa cresceu 0,5 ponto percentual em relação ao período anterior e atinge 8,6 milhões de pessoas

Governo destina recursos de pesquisa para segurar alta na conta de luz

Governo destina recursos de pesquisa para segurar alta na conta de luz

Distribuidora que atua no estado do Norte do país deve aumentar tarifas em 34%

Governo propõe imposto parcial para picanha e outras proteínas de origem animal

Governo propõe imposto parcial para picanha e outras proteínas de origem animal

Equipe econômica enviou ao Congresso proposta para regulamentar reforma tributária

pt_BRPortuguese