Voltar ao Início

Você está em:

Aprovação de agrotóxicos no Brasil bate recorde anual desde 2016

Somente em 2022, 652 agrotóxicos foram liberados, maior número da série histórica em 23 anos e alta de 16% em relação a 2021
Amanda Omura

Amanda Omura

A aprovação de novos agrotóxicos no Brasil vem crescendo ano a ano desde 2016, renovando recordes.

Somente em 2022, 652 agrotóxicos foram liberados, uma alta de 16% em relação a 2016 e o maior número já registrado pela série histórica da Coordenação-Geral de Agrotóxicos e Afins (CGAA) do Ministério da Agricultura, que começou há 23 anos.

Uma fonte do Ministério da Agricultura disse que o número alto de liberações está relacionado a uma reorganização, em 2016, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) -- que analisa os riscos dos agrotóxicos à saúde humana.

Uma das mudanças foi a atração de servidores de outras áreas da Anvisa para o setor de agrotóxicos, por exemplo. Um dos objetivos era acelerar as análises.

O professor da Escola Superior de Agricultura da USP José Octávio Mentem também associa o recorde a uma maior eficiência dos órgãos registrantes. São estes: Anvisa, Ibama (que analisa os riscos ambientais) e o Ministério da Agricultura, que formaliza os registros.

"Ainda existe uma fila muito grande, mas devido à melhor articulação entre Anvisa, Ibama e Ministério da Agricultura, houve esse aumento dos produtos registrados", acrescenta.

O levantamento de 2022 mostra também:
que dos 652 agrotóxicos liberados no ano passado, 43 são inéditos, o que também é um recorde para 1 ano na série histórica;
o restante é considerado genérico, ou seja, são "cópias" de matérias-primas inéditas ou produtos finais baseados em ingredientes já existentes no mercado;
do total de liberações, 516 são químicos e 136 biológicos: os biológicos têm baixo impacto ambiental e são voltados para a agricultura orgânica – pela legislação brasileira, eles também são chamados de agrotóxicos;
os registros de biológicos em 2022 também bateram recorde anual;
Dos 43 produtos inéditos, 8 foram para as indústrias e 35 para uso dos agricultores.

Dentre os 35 agrotóxicos inéditos liberados aos produtores, 22 foram considerados "muito perigoso ao meio ambiente" pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Posts Relacionados

Rio proíbe uso de celulares nas escolas até no recreio; veja exceções

Rio proíbe uso de celulares nas escolas até no recreio; veja exceções

A medida veio depois de uma consulta pública, aberta em dezembro, em que 83% concordaram com a restrição

Um terço dos eleitores do RJ ainda não tem biometria cadastrada; prazo vai até maio

Um terço dos eleitores do RJ ainda não tem biometria cadastrada; prazo vai até maio

TRE-RJ quer cadastrar cerca de 4,4 milhões de eleitores até eleições municipais. Total representa 34,15% do eleitorado do estado

Entenda por que tem mais dengue com o El Niño e por que a situação pode piorar

Entenda por que tem mais dengue com o El Niño e por que a situação pode piorar

É esperado um pico da epidemia para o final de março e começo de abril, o que gera uma 'perspectiva grande de piorar o quadro'

Ambev começa credenciamento de ambulantes para trabalhar no carnaval

Ambev começa credenciamento de ambulantes para trabalhar no carnaval

Segundo a empresas, podem se inscrever somente pessoas maiores de 18 e que possuam residência no município de São Paulo

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento

O principal motivo de bloqueio foi roubo (5.496 ocorrências), seguido de furto (3.965), perda (2.549) e outros (601)

Mais de um terço dos municípios têm moradores em áreas de risco de desastres

Mais de um terço dos municípios têm moradores em áreas de risco de desastres

Documento de ministérios do governo federal identificou 1.942 cidades com regiões suscetíveis a deslizamentos, enxurradas e inundações

Leilão da Receita tem carro por R$ 15 mil e celulares por R$ 500; veja como participar

Leilão da Receita tem carro por R$ 15 mil e celulares por R$ 500; veja como participar

As propostas de valor para o leilão podem ser feitas até as 21h do dia 29 de janeiro, e a sessão pública para lances ocorre

Cultura e saúde mental: para 54%, atividades culturais são a principal fonte de bem-estar

Cultura e saúde mental: para 54%, atividades culturais são a principal fonte de bem-estar

Pesquisa mostrou que 42% das pessoas passaram por problemas de saúde mental no último ano

pt_BRPortuguese