Voltar ao Início

Você está em:

Bolsonaro promete a recriação do Ministério da Indústria e do Comércio durante evento

O presidente esteve presente na posse da diretoria da Fiemg e demonstrou apoio ao governador de Minas Gerais
Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente Jair Bolsonaro (PL) prometeu a recriação do Ministério da Indústria e do Comércio durante um evento nesta quinta-feira (26) em Belo Horizonte.
"Confesso que (a recriação) já estava um pouco madura, mas agora selou o seu final. Uma vez havendo uma outra oportunidade, ainda neste ano, já está na conta do Lira, a recriação do Ministério da Indústria e do Comércio", disse Bolsonaro, em referência ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).
Na campanha à presidência, Bolsonaro tinha prometido 15 ministérios. Em 2018, seu governo começou com 22 e, agora, tem 23. Com a recriação do Ministério da Indústria e do Comércio, seriam 24.

Bolsonaro participou da posse da diretoria da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). Lira também esteve presente. O anúncio foi feito durante o discurso de posse do presidente da Fiemg, Flávio Roscoe. Segundo ele, a recriação atende a pedido dos empresários.

Apoio a Zema
Bolsonaro ainda demonstrou apoio ao governador do estado, Romeu Zema (Novo), pré-candidato à reeleição, que também acompanhou a cerimônia. Os dois estiveram lado a lado.
"Já que o governador acabou de ocupar a tribuna, time que está ganhando não se mexe", disse Bolsonaro, logo depois que Zema falou aos convidados presentes no Minascentro, onde aconteceu a cerimônia de posse da Fiemg.

Zema está no radar de Bolsonaro para as eleições de 2022. O presidente ainda não oficializou seu apoio na disputa pelo governo de Minas apesar de ter um pré-candidato do seu partido na disputa. Carlos Viana (PL) saiu do MDB na tentativa de ter Bolsonaro como padrinho.

Ele esteve com o presidente na tarde desta quinta-feira (26) em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, onde participou da entrega de 500 apartamentos do programa Casa Verde e Amarela. De lá, os dois seguiram para Belo Horizonte por volta das 17h30. Viana não tinha sido convidado para o evento. Porém, ele chegou a ser anunciado na cerimônia, mas não compareceu.

Já Zema foi um dos convidados de honra e se sentou ao lado de Bolsonaro. Ambos são aliados do presidente da Fiemg Flávio Roscoe, que foi reeleito para o cargo.

A presença de Zema e de Bolsonaro em um mesmo evento, com as bênçãos de Roscoe, é vista pelos apoiadores como um importante sinal de aproximação.

Posts Relacionados

O que é o Sistema Nacional de Cultura, sancionado por Lula nesta semana

O que é o Sistema Nacional de Cultura, sancionado por Lula nesta semana

Mecanismo tem sido chamado de 'SUS da Cultura' e promete facilitar o acesso aos financiamentos no segmento

Em meio a crise na Petrobras, governo resolve pagar metade dos dividendos

Em meio a crise na Petrobras, governo resolve pagar metade dos dividendos

Com pagamento de aproximadamente R$ 20 bilhões, União terá direito a R$ 6 bilhões, valor que ajudará na meta fiscal

Haddad repete apelo por ‘pacto’ entre Poderes para cumprimento de metas

Haddad repete apelo por ‘pacto’ entre Poderes para cumprimento de metas

Pacheco, presidente do Senado, declarou a perda de validade de trechos da MP editada pelo governo para elevar receitas

Câmara aprova retrocessos na pauta ambiental e pode fragilizar prevenção

Câmara aprova retrocessos na pauta ambiental e pode fragilizar prevenção

Textos liberam garimpo em reservas, flexibilizam medidas contra incêndios e extinguem taxas que custeiam Ibama

No Brasil, Macron pretende negociar investimentos bilaterais

No Brasil, Macron pretende negociar investimentos bilaterais

Presidente francês passará por 4 cidades em 3 dias a partir da semana que vem; comitiva terá cerca de 140 empresários

Bloqueio no orçamento deve ser de menos de R$ 5 bilhões, diz Haddad a Lula

Bloqueio no orçamento deve ser de menos de R$ 5 bilhões, diz Haddad a Lula

Valor do bloqueio deve ficar em R$ 3 bilhões. Lula comemorou a notícia com os integrantes da equipe econômica

PF diz que Bolsonaro agiu com consciência e pediu falsificação de cartões de vacina

PF diz que Bolsonaro agiu com consciência e pediu falsificação de cartões de vacina

Relatório de inquérito indicia ex-presidente por associação criminosa e inserção de dados falsos em sistema

Governo deve realizar ações para proteção ao meio ambiente na Amazônia

Governo deve realizar ações para proteção ao meio ambiente na Amazônia

Executivo terá de apresentar plano para fiscalização, combate a crimes ambientais, e medidas para reduzir o desmatamento

pt_BRPortuguese