Voltar ao Início

Você está em:

Brasil x Argentina: Fifa abre investigação para apurar atos de violência no Maracanã

Comitê de Disciplina da Fifa abre processo contra CBF e AFA pelos episódios no jogo da última terça pelas Eliminatorias Sul-Americanas
Amanda Omura

Amanda Omura

O Comitê de Disciplina da Fifa abriu investigação para apurar os atos de violência no jogo entre Brasil e Argentina, no Maracanã, na última terça-feira, na sexta rodada das Eliminatorias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026.

A partida – em que o Brasil foi derrotado por 1 a 0 – teve seu início atrasado em quase 30 minutos por causa de uma pancadaria entre policiais militares e torcedores argentinos no setor Sul do Maracanã, atrás de um dos gols.

A entidade abriu processo contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), enquadrada no artigo 17 do Código Disciplinar da FIFA (ordem e segurança nas partidas). Já a Associação de Futebol da Argentina (AFA) foi enquadrada no artigo 14.5 (atraso no início do jogo) e no artigo 17.2 (perturbação de torcida).
Não existe prazo para uma decisão e o Código Disciplinar da Fifa não prevê punições específicas para cada infração, mas lista uma série de penas que podem ser aplicadas de acordo com a decisão do Comitê.

As punições podem ser multas, disputar uma ou mais partidas sem público (ou com limitação de público), proibição de mandar jogos em determinado estádio, obrigação de atuar em campo neutro ou até dedução de pontos e expulsão de competições.

1ª derrota em casa
Com gol de Otamendi, a atual campeã retomou a liderança, enquanto a seleção de Fernando Diniz caiu para 6º lugar e amargou a primeira derrota em casa na história do torneio.

As duas equipes fizeram um 1º tempo quente, mas sem muitas oportunidades para os dois lados. Foram 22 faltas, sendo 16 provocadas pelo Brasil.

O time de Fernando Diniz criou a única chance de grande perigo da etapa inicial, quando Romero salvou o chute de Gabriel Martinelli quase que em cima da linha com 44 minutos de jogo.

No 2º tempo, o Brasil seguiu em cima e só não abriu o placar logo no início porque Raphinha parou em uma grande defesa de Dibu Martínez, aos 9. Na sequência, Jesus passou por Romero e tocou na medida para Martinelli, que novamente ficou no goleiro argentino.

Até que aos 17, na primeira chegada da Argentina, Lo Celso cobrou escanteio, Otamendi subiu mais que a marcação e, de cabeça, abriu o placar para a Albiceleste.

Posts Relacionados

Rio proíbe uso de celulares nas escolas até no recreio; veja exceções

Rio proíbe uso de celulares nas escolas até no recreio; veja exceções

A medida veio depois de uma consulta pública, aberta em dezembro, em que 83% concordaram com a restrição

Um terço dos eleitores do RJ ainda não tem biometria cadastrada; prazo vai até maio

Um terço dos eleitores do RJ ainda não tem biometria cadastrada; prazo vai até maio

TRE-RJ quer cadastrar cerca de 4,4 milhões de eleitores até eleições municipais. Total representa 34,15% do eleitorado do estado

Entenda por que tem mais dengue com o El Niño e por que a situação pode piorar

Entenda por que tem mais dengue com o El Niño e por que a situação pode piorar

É esperado um pico da epidemia para o final de março e começo de abril, o que gera uma 'perspectiva grande de piorar o quadro'

Ambev começa credenciamento de ambulantes para trabalhar no carnaval

Ambev começa credenciamento de ambulantes para trabalhar no carnaval

Segundo a empresas, podem se inscrever somente pessoas maiores de 18 e que possuam residência no município de São Paulo

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento

O principal motivo de bloqueio foi roubo (5.496 ocorrências), seguido de furto (3.965), perda (2.549) e outros (601)

Mais de um terço dos municípios têm moradores em áreas de risco de desastres

Mais de um terço dos municípios têm moradores em áreas de risco de desastres

Documento de ministérios do governo federal identificou 1.942 cidades com regiões suscetíveis a deslizamentos, enxurradas e inundações

Leilão da Receita tem carro por R$ 15 mil e celulares por R$ 500; veja como participar

Leilão da Receita tem carro por R$ 15 mil e celulares por R$ 500; veja como participar

As propostas de valor para o leilão podem ser feitas até as 21h do dia 29 de janeiro, e a sessão pública para lances ocorre

Cultura e saúde mental: para 54%, atividades culturais são a principal fonte de bem-estar

Cultura e saúde mental: para 54%, atividades culturais são a principal fonte de bem-estar

Pesquisa mostrou que 42% das pessoas passaram por problemas de saúde mental no último ano

pt_BRPortuguese