Voltar ao Início

Você está em:

Pai de Henry Borel pede revogação de prisão domiciliar de Monique Medeiros

Ré por participação na morte do filho, Henry Borel, professora deixou a cadeia com tornozeleira eletrônica na terça-feira (5)
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Os advogados de Leniel Borel, pai do menino Henry, entraram, nesta quarta-feira (13), com um recurso na Justiça pedindo a revogação da prisão domiciliar concedida à Monique Medeiros no dia 5 deste mês.
De acordo com o pedido, não houve nenhum fato que demonstrasse que a integridade física de Monique estava sendo colocada em risco novamente. Ainda de acordo com os advogados, a própria petição dos advogados quando solicitaram a prisão domiciliar fazia menção a algum outro episódio.

O recurso também menciona um perfil em rede social ter feito postagens menos de 24 horas após a saída dela da cadeia. A defesa, contudo, alega que o perfil não pertence a Monique, mas a uma seguidora de São Paulo.
"Há indícios suficientes de que Monique descumpriu (em menos de 24 horas) a decisão que lhe concedeu a prisão domiciliar", diz o documento, se referindo à decisão judicial que determina que ela não utilize redes sociais.

MPRJ também entrou com recurso
Na semana passada, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) também pediu à Justiça que Monique voltasse a cumprir pena na cadeia. Na representação feita à juíza Elizabeth Machado Louro, da 2ª Vara Criminal, o MP argumentou que Monique, antes de ser presa, coagiu a ex-babá de Henry a apagar mensagens no WhatsApp. Para a Promotoria, isso demonstra que a mulher estava ciente das agressões que mataram o menino.
"Tal expediente demonstra a disposição da acusada em embaraçar a colheita de provas, sendo certo que esta colheita, tratando-se de processo afeto ao Tribunal do Júri, perdura até o dia do julgamento em plenário", disse o MP.
O Ministério Público também contestou argumento de Monique de que estava sendo ameaçada enquanto estava presa. A Promotoria diz que não foi comprovada nenhuma intimidação.

Saída da prisão
Monique deixou o Complexo penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste, na noite de terça-feira (5) e colocou a tornozeleira eletrônica na manhã de quarta-feira (6) na Coordenação de Monitoramento Eletrônico para cumprir prisão domiciliar.
A decisão judicial da 2ª Vara Criminal permitiu que ela fosse solta, mas determinou medidas cautelares.
Monique não poderá voltar para o prédio onde vivia, na Barra da Tijuca. Foi lá que Henry foi morto, segundo a investigação.
A professora também foi proibida de conversar com qualquer pessoa, exceto parentes e advogados. E não pode fazer postagens em redes sociais.

Posts Relacionados

Rodoviária de Porto Alegre reabre após ficar um mês fechada durante enchente

Rodoviária de Porto Alegre reabre após ficar um mês fechada durante enchente

Viagens interestaduais devem ser retomadas a partir do dia 13 de junho, de acordo com o governo do estado

Justiça proíbe derrubada de muro que dificulta acesso à praia no Pontal de Maracaípe

Justiça proíbe derrubada de muro que dificulta acesso à praia no Pontal de Maracaípe

Agência Estadual de Meio Ambiente deve comprovar se construção foi feita dentro do terreno privado

Nova carteira de identidade: três estados ainda não emitem documento

Nova carteira de identidade: três estados ainda não emitem documento

Previsão é de que Bahia, Roraima e Amapá comecem a emitir nova carteira de identidade ainda em junho

Litoral brasileiro: PEC das Praias pode ‘privatizar’ terrenos à beira-mar

Litoral brasileiro: PEC das Praias pode ‘privatizar’ terrenos à beira-mar

O texto no Senado foi discutido numa audiência pública. Ainda está longe de ser analisado por comissões e pelo plenário

Plano com metas da educação ‘caduca’ em julho; congresso deve prorrogar o atual

Plano com metas da educação ‘caduca’ em julho; congresso deve prorrogar o atual

Plano Nacional de Educação determina diretrizes, objetivos e estratégias para a política educacional a cada 10 anos

Enem 2024: inscrições começam nesta segunda; confira o cronograma completo

Enem 2024: inscrições começam nesta segunda; confira o cronograma completo

Todos os candidatos interessados em participar do Enem 2024 devem se inscrever. Provas serão aplicadas em 3 e 10 de novembro

DPVAT: quem tem que pagar e como vai funcionar a volta do seguro automotivo

DPVAT: quem tem que pagar e como vai funcionar a volta do seguro automotivo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou a lei que determina a volta da cobrança do seguro obrigatório de veículos terrestres, antes conhecido

Maioria dos hospitais privados de SP regista aumento de internações por dengue

Maioria dos hospitais privados de SP regista aumento de internações por dengue

A maioria dos hospitais particulares do estado de São Paulo registrou aumento de internações de pacientes por dengue e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nos

pt_BRPortuguese