Voltar ao Início

Você está em:

China confina habitantes de uma cidade após surto de Covid

Moradores de Baise só podem sair de casa para compras essenciais e fazer testes de coronavírus. Cidade detectou 99 casos em três dias
Amanda Omura

Amanda Omura

Autoridades da cidade de Baise, no sudoeste da China, ordenaram aos cerca de 3,5 milhões de habitantes um confinamento rigoroso a partir da noite de domingo (6), após a confirmação de dezenas de casos de Covid-19.
Os moradores só podem sair de casa para comprar itens essenciais ou para realizar testes de coronavírus. Além disso, sempre que possível, devem optar pelos serviços de entrega, em vez de comprar em lojas físicas, disse a televisão estatal, citando um comunicado do governo municipal.
Trabalhadores considerados essenciais precisam de passes específicos para se locomover. Serviços não essenciais, bem como transportes públicos e aulas, foram suspensos. Viagens estão proibidas.
Baise relatou 99 casos de coronavírus entre sábado e o meio-dia desta segunda-feira (horário local): duas infecções foram pela variante ômicron. O primeiro caso local foi de um cidadão que voltou para casa para o feriado de uma semana do Ano Novo Lunar.
Testes em massa já estão em andamento. "Os controles de tráfego serão implementados em toda a cidade", afirmou o vice-prefeito Gu Junyan.
"Em princípio, veículos e pessoas não podem entrar ou sair da cidade, com o controle de pessoal estritamente aplicado e sem deslocamentos desnecessários."

Política de "Covid zero"
Embora o surto em Baise, que fica a cerca de 100 quilômetros da fronteira com o Vietnã, pareça insignificante para os padrões globais, a China adota a política de "Covid zero", com a imposição de restrições nas entradas do país, quarentenas de até três semanas, além de testes em massa e confinamentos seletivos para moradores, quando casos numerosos são detectados.

Posts Relacionados

Israel x Hamas: o que acontecerá após trégua?

Israel x Hamas: o que acontecerá após trégua?

Na corda bamba para manter o cargo de premiê, Netanyahu alterna prioridades, indicando que vai prolongar a guerra a qualquer custo

‘Se Lula vier, será bem-vindo’, diz Milei

‘Se Lula vier, será bem-vindo’, diz Milei

Diana Mondino, que é uma das pessoas de maior confiança, declarou que gostaria que o Presidente Lula viesse para a cerimônia

O que se sabe dos reféns do Hamas em Israel

O que se sabe dos reféns do Hamas em Israel

Sua liberação está sendo planejada por etapas, em troca de uma trégua de quatro dias e da soltura de prisioneiros palestinos

Israelenses se armam e se agrupam em milícias

Israelenses se armam e se agrupam em milícias

No comando da segurança interna do país, Ben-Gvir coordena a distribuição de armas e a formação de esquadrões comunitários

ONU aprova resolução que pede pausa humanitária

ONU aprova resolução que pede pausa humanitária

Proposto de Malta sobre guerra entre Israel e Hamas foi votada nesta quarta-feira (15) pelo Conselho de Segurança. Israel rejeita texto

‘Quase um cemitério’: situação do hospital de Gaza

‘Quase um cemitério’: situação do hospital de Gaza

A OMS alertou em 13 de novembro que o Hospital Al-Shifa é "quase um cemitério", com corpos amontoados dentro e fora do local

Tim Scott desiste de tentar concorrer à presidência

Tim Scott desiste de tentar concorrer à presidência

A saída de Scott pode proporcionar um impulso modesto para outros candidatos que tentam desalojar Trump do primeiro lugar

Por que os houthis, do Iêmen, estão atacando Israel?

Por que os houthis, do Iêmen, estão atacando Israel?

Movimento rebelde patrocinado pelo Irã tenta abrir nova frente de guerra e já fez quatro tentativas para atingir o sul do país

pt_BRPortuguese