Voltar ao Início

Você está em:

Como funciona prédio giratório que vai a leilão em Curitiba?

Amanda Omura

Amanda Omura

Os dez apartamentos do edifício Suite Vollard, conhecido como prédio giratório de Curitiba, foram a leilão nesta sexta-feira (18). O prédio localizado no bairro Mossunguê foi lançado em 2004 e nunca foi habitado.
O primeiro leilão não atraiu interessados e apartamentos voltarão a ser ofertados no dia 24 de fevereiro, com lance estipulado em R$ 849 mil.

A venda dos apartamentos foi determinada pela Justiça diante de problemas enfrentados pela construtora responsável pelo empreendimento. O município de Curitiba tem mais de R$ 1 milhão a receber em IPTU devido referente aos imóveis.

Em 2018 os imóveis chegaram a ser leiloados, mas não houve nenhum comprador. No leilão desta sexta, o lance inicial para cada apartamento é de R$ 1,415 milhões.
Caso os imóveis não sejam vendidos, um novo leilão está marcado para o dia 24 de fevereiro, com lance inicial de R$ 849 mil.

Como o prédio gira?
O projeto do prédio é de 1997, mas sua construção só saiu do papel em 2004. Na época, o pioneirismo da construção chegou a ser destaque na imprensa internacional e foi citada em veículos como The New York Times e The Economist.
Na estrutura, um anel externo gira impulsionado por um motor de 40 cavalos. Assim, cada andar pode se mover de maneira independente, nos sentidos horário ou anti-horário. Os únicos aposentos fixos são a cozinha e o banheiro, por causa do encanamento.

Posts Relacionados

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Ministério da Agricultura reconheceu que unidades federativas estão livres da doença

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Estudo coletou amostras de cabelo de 287 indígenas do subgrupo Ninam, e apontou que todos eles vivem sob exposição

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Grupo foi perseguido, torturado e expulso de suas terras – crimes reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

No Brasil, segundo Ministério da Saúde, 13 milhões de pessoas sofrem com alguma condição rara

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Segundo a pasta, distribuição das doses começa a partir da nota técnica que será publicada nesta quarta (27)

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Programa é voltado para alunos de 14 a 24 anos, regularmente matriculados no ensino médio da rede pública

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Maringá (PR), São José do Rio Preto (SP) e Campinas (SP) são as únicas a ter ao menos 99% da população com acesso à água

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Em todo o estado foram 20.547 registros oficiais da doença em SP no ano passado

pt_BRPortuguese