Voltar ao Início

Você está em:

Como o ronco pode afetar a sua vida — e o que fazer para tratar o problema

Quando não é tratado, o ronco não afeta apenas a saúde física e mental da pessoa, mas também de quem divide a cama
Amanda Omura

Amanda Omura

"Eu costumava fazer piada com a família e os amigos sobre o ronco alto do meu marido, mas no fundo realmente me incomodava", conta Arunika Selvam, uma mulher de 45 anos, de Cingapura.

"Tinha receio de falar sobre isso com ele, achava que ficaria ofendido."

Ela pensava que o ronco fazia parte do pacote que vem com o casamento. Mas estava afetando o marido — e o relacionamento do casal.

“Ele começou a acordar muito durante a noite, e ficava mal-humorado pela manhã”, diz ela à BBC.

O ronco do marido também a impedia de ter uma boa noite de descanso — e seu desempenho no trabalho era prejudicado pela falta de sono.

É muito comum ignorar o ronco de quem divide a cama com a gente, mas especialistas em saúde e relacionamentos alertam que isso pode ter um efeito sério na saúde do parceiro e do relacionamento.

O que é apneia do sono?
O ronco alto está frequentemente associado a um distúrbio do sono conhecido como apneia obstrutiva do sono (AOS), condição em que a respiração para e recomeça repetidamente durante o sono, dizem os especialistas.

O distúrbio faz com que as paredes da garganta relaxem e se estreitem, interrompendo a respiração normal e resultando na queda da saturação de oxigênio no sangue.

De acordo com Ramamurthy Sathyamurthy, pneumologista do Hospital Universitário James Cook, no Reino Unido, os sintomas da apneia do sono podem variar — oscilando de leves e moderados a graves —, mas geralmente pioram progressivamente.

Ele alerta que se a condição não for tratada, pode afetar muitos aspectos da saúde física e mental de quem ronca e do parceiro, incluindo o desejo sexual.

Quais são os sintomas da apneia do sono?
Os sintomas aparecem principalmente enquanto você dorme, e incluem:
Ronco alto;
Respiração que para e recomeça;
Fazer barulhos ofegantes, de engasgo ou bufar;
Acordar com frequência.

Durante o dia, os pacientes também podem:
Ter dor de cabeça ao acordar;
Sentir-se muito cansados;
Apresentar dificuldade de concentração;
Memória fraca;
Sentir-se deprimido, irritado ou apresentar outras alterações de humor;
Ter a coordenação prejudicada;
Perder o desejo sexual.

Outros problemas de saúde
Além disso, a apneia obstrutiva do sono também pode levar a outros problemas de saúde.

As quedas repentinas nos níveis de oxigênio no sangue que ocorrem durante a apneia podem aumentar a pressão arterial, alertam os especialistas, e isso pode aumentar o risco de uma série de problemas de saúde associados.

Alguns estudos sugerem que a apneia do sono pode aumentar o risco de insuficiência cardíaca em 140%, o risco de acidente vascular cerebral (AVC) em 60%, e o risco de doença coronariana em 30%.

Posts Relacionados

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Sem comprovação de eficácia, produtos não são aprovados pela Anvisa e podem causar alergias em contato com a pele

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

Ultraprocessados, como cereais matinais e refrigerantes, foram associados a 32 efeitos prejudiciais à saúde

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Por que adiamos declaração de imposto de renda ou fazer faxina? Por que algumas pessoas "enrolam" mais do que as outras?

pt_BRPortuguese