Voltar ao Início

Você está em:

Copa Feminina: goleadas, hat-trick de Ary Borges e recorde de Marta

Teve ainda recorde de faltas em um único jogo, muita emoção no hino e o início da "última dança" da Marta em mundiais
Amanda Omura

Amanda Omura

O quinto dia de Copa do Mundo Feminina chegou ao fim e com direito a estreia brasileira. O futebol bonito que a Seleção apresentou rendeu goleada e hat-trick de Ary Borges. Teve ainda recorde de faltas em um único jogo, muita emoção no hino e o início da "última dança" da Marta em mundiais.

Hat-Trick de estreante
Ary Borges foi a estrela da vitória do Brasil sobre o Panamá, com direito a hat-trick. A atacante estreante desencantou logo na metade do primeiro tempo e, em seguida, marcou mais duas vezes. Foi o primeiro hat-trick desta edição da Copa.
E não satisfeita, Ary ainda deu uma assistência para Bia Zaneratto. Foi a primeira vez desde a Copa de 1999 que uma jogadora brasileira marcou três vezes e deu assistência na mesma partida. A última tinha sido a lendária Sissi.

Goleadas
Choveu gols neste dia de Copa do Mundo. O placar elástico de 4 a 0 do Brasil sobre o Panamá não foi o maior do dia. A Alemanha não tomou conhecimento do Marrocos e marcou seis vezes.

Recorde de faltas teve também
A Argentina até tentou parar a Itália que marcou três vezes para conseguir um gol (os outros dois foram anulados). O placar foi magro, mas o número de faltas foi o maior desta Copa, até o momento. Foram 36 infrações marcadas pela arbitragem, 20 cometidas pela Itália e 16 pelas argentinas. Nenhum cartão vermelho, quatro amarelos para a Argentina e dois para as italianas.

Rainha na "última dança"
Marta já avisou: essa será a sua última edição de Copa do Mundo. Essa é a sexta vez da Rainha em mundiais (um recorde entre as mulheres, dividido com a canadense Sinclair e a nigeriana Onome Ebi). Começou no banco, mas não foi menos emocionante por isso. A alegria de estar com a equipe e de entrar no segunda tempo para empolgar a torcida foi nítida nos olhos da estrela.

Emoção no hino
Antes mesmo da bola rolar para a estreia do Brasil no Mundial (por sinal, com vitória como em todas outras oportunidades que participou do torneio), a emoção estava tomando conta. Durante o hino, as jogadoras choraram. Adriana, que lesionou antes do mundial de 2019, foi abraçada por Bia Zaneratto. Emoção também vista em Gabi Nunes que foi às lágrimas.

Posts Relacionados

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Chefe da equipe alemã, Toto Wolff afirmou que o tetracampeão é alguém "que nunca se pode descartar"; em entrevista recente

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

A resposta sobre a proposta de R$ 12 milhões pelo volante não foi oficialmente recusada pelo SAF alvinegra, e ainda há conversas

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Verdão estreia na competição continental nesta quarta-feira, mas deve poupar titulares por estar entre as finais do Paulistão

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Presidente responde a questionamentos em grupo de WhatsApp com aliados políticos sobre renovação do atacante: "Não seremos reféns"

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Essa é a segunda punição do Peixe; a primeira, pelo não pagamento do técnico Fabián Bustos, foi resolvida após quitação dos R$ 4,7 milhões

Após demissão de Mattos, Rodrigo Pelaipe pede para sair do Vasco

Após demissão de Mattos, Rodrigo Pelaipe pede para sair do Vasco

O dirigente entendeu que não havia mais condição de continuar no clube, já que ele foi contratado pelo agora ex-diretor do clube

Com estreia do Flamengo na Libertadores no dia 2, final do Carioca será no sábado

Com estreia do Flamengo na Libertadores no dia 2, final do Carioca será no sábado

Como o primeiro jogo do Rubro-Negro está marcado para uma terça, a partida número 1 com o Nova Iguaçu será dia 30 de março

Atlético-MG descarta priorizar estreia na Libertadores em meio às finais do Mineiro

Atlético-MG descarta priorizar estreia na Libertadores em meio às finais do Mineiro

Victor Bagy destaca logística complicada para enfrentar o Caracas na Venezuela e cita importância das duas competições para o clube

pt_BRPortuguese