Voltar ao Início

Você está em:

Cuca recusa proposta do Botafogo para ser novo técnico do clube; SAF nega

Com negativa, Lúcio Flávio deve treinar o time contra o RB Bragantino; treinador alega questões pessoais para decisão
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O Botafogo procurou Cuca para assumir a equipe nesta reta final do Brasileirão, mas recebeu uma negativa do treinador, pelo menos é o que garante o comandante. Os contatos foram iniciados na madrugada desta sexta-feira, após a derrota por 4 a 3 para o Grêmio, em São Januário, mas não tiveram um desfecho positivo. A SAF do Alvinegro nega e diz que a procura foi feita pelo clube social.

O treinador alegou motivos pessoais para recusar a proposta, além de ter realizado uma cirurgia no tornozelo esquerdo recentemente. O último trabalho de Cuca foi no Corinthians no meio do ano, quando deixou o clube por causa da pressão pelo julgamento do caso de ato sexual com uma menor na Suíça nos anos 80.
Com quatro derrotas seguidas e a liderança do Brasileirão ameaçada após chegar a ter 13 pontos de vantagem, o Botafogo já decidiu tirar Lúcio Flávio do cargo, mas só o fará quando tiver o "sim" de um outro treinador que aceite assumir o time por apenas seis jogos.

Por isso, é muito provável que Lúcio Flávio comandará a equipe na partida contra o RB Bragantino, às 16h deste domingo, no Estádio Nabi Abi Chedid. Ele está concentrado com a equipe em Atibaia.

Cuca, por meio de assessoria pessoal, se pronunciou sobre o assunto.
"O treinador Alexi Stival, o Cuca, foi procurado pelo Botafogo de Futebol e Regatas para assumir o comando técnico da equipe nessa reta final do Campeonato Brasileiro.

Cuca se sente honrado com o convite, especialmente por ter partido de um clube onde trabalhou por dois anos, fez muitos amigos e tem grande carinho e identificação.

O treinador gostaria muito de ajudar o time nesse momento, mas precisou recusar o convite, porque segue focado em resolver seus problemas pessoais."

Botafogo decide tirar Lúcio Flávio do cargo
A SAF já iniciou contatos com treinadores, que assumiriam para a reta final do Brasileiro e comandariam a equipe apenas nos últimos seis jogos - a chance de qualquer novo comandante ficar em 2024 é mínima, mesmo em caso de título.

Posts Relacionados

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Vice de futebol comenta declaração de Tite, e Bruno Spindel ataca confederação após recusa de troca de datas na Copa América

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Atacante brasileiro compartilha vídeo do clube sobre final com Al-Ittihad e diz: "E a vontade de estar lá?"

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Presidente Gianni Infantino afirma que nova taça estará entre os vários anúncios que a entidade fará para a competição este ano

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Chefe da equipe alemã, Toto Wolff afirmou que o tetracampeão é alguém "que nunca se pode descartar"; em entrevista recente

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

A resposta sobre a proposta de R$ 12 milhões pelo volante não foi oficialmente recusada pelo SAF alvinegra, e ainda há conversas

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Verdão estreia na competição continental nesta quarta-feira, mas deve poupar titulares por estar entre as finais do Paulistão

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Presidente responde a questionamentos em grupo de WhatsApp com aliados políticos sobre renovação do atacante: "Não seremos reféns"

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Essa é a segunda punição do Peixe; a primeira, pelo não pagamento do técnico Fabián Bustos, foi resolvida após quitação dos R$ 4,7 milhões

pt_BRPortuguese