Voltar ao Início

Você está em:

DF e 6 estados têm emergência de dengue; ‘Dia D’ contra a doença será em 2 de março

Em todo país, já são mais de 973 mil casos prováveis e confirmados nas primeiras oito semanas de 2024
Amanda Omura

Amanda Omura

Seis estados do país (AC, GO, MG, ES, RJ e SC) e o Distrito Federal já declararam emergência em saúde pública por causa da dengue, segundo informou o Ministério da Saúde nesta terça-feira (27).

Para conter o avanço da doença, a pasta também divulgou que irá implementar um "Dia D" de mobilização nacional contra a dengue, no próximo sábado, dia 2 de março, com o tema "10 minutos contra a dengue", em alusão ao período diário dedicado à eliminação do mosquito transmissor.

"[Será] um momento de atenção do país, de atenção das autoridades sanitárias, do Ministério da Saúde, de um monitoramento muito próximo ao que está acontecendo nas diferentes regiões, estados e municípios", disse a ministra da Saúde, Nísia Trindade, numa coletiva de imprensa em Brasília.

No evento, o Ministério da Saúde não elaborou em detalhes as ações planejadas para a data, porém afirmou que, em colaboração com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), apresentaria as medidas planejadas para o "Dia D" nesta quarta-feira (28).

Recursos
No começo do mês, o governo anunciou que ampliou para R$ 1,5 bilhão os recursos reservados para apoiar estados, municípios e o Distrito Federal no enfrentamento de emergências, como a alta de casos de dengue no país. Em 2023, a pasta havia reservado somente R$ 256 milhões para esse fim.

Além disso, a pasta também disse que está otimizando a entrega de verbas para estados e cidades que declararem emergência devido à dengue, outras doenças transmitidas por mosquitos ou situações que afetem a saúde pública.

E nesta terça foi aprovado o primeiro pagamento, no valor total de R$ 23,4 milhões, destinado a municípios de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo e o Distrito Federal.

Casos e mortes
Em todo país, já são mais de 973 mil casos prováveis e confirmados nas primeiras oito semanas de 2024. No mesmo período do ano passado, o país contabilizava 207.475 casos. E em todo o ano de 2023, foram 1.658.816 registros.

Até o momento, 195 mortes foram confirmadas neste ano e 672 seguem em investigação. Em 2023, foram 149 óbitos entre as semanas 01 e 08.

Posts Relacionados

INSS alerta que salário-maternidade pode ser pedido gratuitamente e sem intermediários

INSS alerta que salário-maternidade pode ser pedido gratuitamente e sem intermediários

Solicitação pode ser feita pela própria trabalhadora pelo site do governo ou pelo aplicativo Meu INSS

Desmatamento tem queda de 40% na Amazônia, mas está em alta no Cerrado

Desmatamento tem queda de 40% na Amazônia, mas está em alta no Cerrado

Redução do desmatamento na Amazônia no primeiro trimestre é de 40% neste ano em comparação com o ano passado

Poder Público deve indenizar famílias de vítimas de tiroteios em operações policiais

Poder Público deve indenizar famílias de vítimas de tiroteios em operações policiais

Indenização não será devida se governos conseguirem provar que não houve participação de agentes de segurança em mortes

Brasil chega a 575 mil médicos ativos, vê número de mulheres aumentar e desigualdade persistir

Brasil chega a 575 mil médicos ativos, vê número de mulheres aumentar e desigualdade persistir

Dados mostram desigualdade na distribuição e fixação de profissionais, com menos médicos no interior e em cidades pequenas

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Ministério da Agricultura reconheceu que unidades federativas estão livres da doença

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Estudo coletou amostras de cabelo de 287 indígenas do subgrupo Ninam, e apontou que todos eles vivem sob exposição

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Grupo foi perseguido, torturado e expulso de suas terras – crimes reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

No Brasil, segundo Ministério da Saúde, 13 milhões de pessoas sofrem com alguma condição rara

pt_BRPortuguese