Voltar ao Início

Você está em:

DF enfrenta falta de agentes de saúde e vigilância e tem reforço do Exército

Número de agentes de saúde no Distrito Federal está abaixo das recomendações do Ministério da Saúde
Amanda Omura

Amanda Omura

Distrito Federal, a unidade da federação mais afetada pela dengue no país. Enquanto a média nacional é de 273 casos diagnosticados para cada 100 mil habitantes, no DF esse número salta para 2.071 casos a cada 100 mil pessoas.

Um levantamento do Tribunal de Contas da União revela que o número de agentes de saúde no DF está abaixo das recomendações do Ministério da Saúde, que preconiza a presença de 6 agentes para cada 2 mil a 3.500 habitantes, enquanto, no DF, há 1 agente para cada 2 mil habitantes.
"Trabalhando demais. Falta funcionário, faltam algumas coisas, mas isso aí, com certeza, vai ser sanado. Vamos dar conta, vamos vencer essa guerra aí “, relata Nilsandro Caixeta, agente de vigilância ambiental.

Para fazer frente a essa situação, o Exército está prestando apoio aos agentes de vigilância nas visitas nas casas. Uma recente decisão do Tribunal de Justiça autoriza aos agentes entrarem nas residência, mesmo sem autorização dos moradores.
“O maior desafio que nós temos hoje, é de fato, suprir a necessidade pra gente alcançar a cobertura preconizada pelo Ministério da Saúde“, diz Fabiano dos Anjos Martins, subsecretário de vigilância ambiental/DF.

O subsecretário fala ainda sobre a dispensa de vários agentes sanitários no DF em setembro do ano passado.

“Exatamente. Eram esses contratos temporários. Nós temos ai já homologados o curso dos agentes de vigilância ambiental, foram 75 convocados. Na semana que vem, possivelmente, nós teremos a convocação de mais 75”, completou.
Redução nos investimentos para enfrentamento da dengue
Outros dados revelam ainda que os recursos destinados à prevenção da dengue no DF diminuíram de R$ 28,1 milhões em 2022 para R$ 29,5 milhões em 2023, o que representa uma queda de R$ 10 milhões.
"O Distrito Federal é um dos estados que tem maior quantidade de recursos disponíveis para investimento no sistema de saúde. No entanto, o DF também tem uma dificuldade imensa na execução financeira. Mais ou menos no meio do ano, a gente já tinha um aumento importante no número de casos e, no final de outubro, a gente tem uma explosão de números de casos, o aumento é dramático e não houve nesse momento o acionamento de um plano de contingência para que pudesse ocorrer todas as ações de enfretamento“, comenta Jonas Brant, professor da UNB.

Posts Relacionados

INSS alerta que salário-maternidade pode ser pedido gratuitamente e sem intermediários

INSS alerta que salário-maternidade pode ser pedido gratuitamente e sem intermediários

Solicitação pode ser feita pela própria trabalhadora pelo site do governo ou pelo aplicativo Meu INSS

Desmatamento tem queda de 40% na Amazônia, mas está em alta no Cerrado

Desmatamento tem queda de 40% na Amazônia, mas está em alta no Cerrado

Redução do desmatamento na Amazônia no primeiro trimestre é de 40% neste ano em comparação com o ano passado

Poder Público deve indenizar famílias de vítimas de tiroteios em operações policiais

Poder Público deve indenizar famílias de vítimas de tiroteios em operações policiais

Indenização não será devida se governos conseguirem provar que não houve participação de agentes de segurança em mortes

Brasil chega a 575 mil médicos ativos, vê número de mulheres aumentar e desigualdade persistir

Brasil chega a 575 mil médicos ativos, vê número de mulheres aumentar e desigualdade persistir

Dados mostram desigualdade na distribuição e fixação de profissionais, com menos médicos no interior e em cidades pequenas

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Ministério da Agricultura reconheceu que unidades federativas estão livres da doença

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Estudo coletou amostras de cabelo de 287 indígenas do subgrupo Ninam, e apontou que todos eles vivem sob exposição

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Grupo foi perseguido, torturado e expulso de suas terras – crimes reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

No Brasil, segundo Ministério da Saúde, 13 milhões de pessoas sofrem com alguma condição rara

pt_BRPortuguese