Voltar ao Início

Você está em:

É possível identificar abuso ou má conduta do médico em exames ginecológicos?

Qual deve ser a conduta médica na hora da realização dos procedimentos? Como saber se o especialista passou do limite?
Amanda Omura

Amanda Omura

De acordo com Maria da Guia de Medeiros Garcia, médica ginecologista e gerente de Atenção à Saúde da Maternidade Januário Cicco, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC-UFRN), vinculada à Rede Ebserh, existe uma recomendação do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) que, em tese, deveria ser seguido por todos os hospitais, laboratórios e demais locais onde esses exames possam ser realizados.
"Essa recomendação diz que o médico ou o enfermeiro quando vai realizar um exame precisa ter, ao lado da paciente, um segundo profissional, como uma técnica de enfermagem", afirma a especialista.

Para a médica, essa seria a forma correta para a realização de qualquer exame ginecológico, pois um segundo profissional, além de trazer mais segurança à paciente, é uma pessoa preparada para detectar qualquer conduta inadequada durante o procedimento.

Outro ponto importante, segundo a especialista, é que muitas pessoas não sabem como será feito o exame; não perguntam, e o profissional, por sua vez, não explica na hora, uma comunicação essencial que não deveria ser negligenciada.
"Não é possível a gente fazer um exame sem nem ao menos saber o que será feito conosco, com o nosso corpo. A saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Então, nós temos que buscar o direito de esclarecimento, e o Estado, como provedor da saúde, precisa fazer isso através de políticas públicas", enfatiza a médica ginecologista da Maternidade Januário Cicco.

Exame ginecológico
Quando a paciente vai a uma consulta de rotina, na maioria das vezes, o médico examina as mamas, primeiro com ela sentada, e depois deitada, apalpando a região para detectar a presença de possíveis nódulos. Isso é normal.
"Alguns não fazem o exame de mama, mas o certo é que todo médico ginecologista examine a paciente para ver se tem algum caroço, nódulo, retração ou lesão", orienta Zenilda Bruno, ginecologista, chefe da divisão médica da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), do Complexo Hospitalar, vinculado à rede Ebserh, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Papanicolau
O conhecido papanicolau é o principal exame ginecológico preventivo, cuja função é analisar as células do colo uterino a fim de detectar, principalmente, o câncer do colo do útero. Ele também pode identificar, muitas vezes, a presença de fungos, alterações da flora vaginal e infecções.
Para realizá-lo, normalmente, a paciente tira toda a roupa e coloca um avental descartável — ou uma camisola — com uma abertura na frente. Depois, ela deita na "cama" em posição ginecológica, isto é, com as pernas mais elevadas, abertas e com os joelhos dobrados e bem separados.

Posts Relacionados

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Sem comprovação de eficácia, produtos não são aprovados pela Anvisa e podem causar alergias em contato com a pele

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

Ultraprocessados, como cereais matinais e refrigerantes, foram associados a 32 efeitos prejudiciais à saúde

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Por que adiamos declaração de imposto de renda ou fazer faxina? Por que algumas pessoas "enrolam" mais do que as outras?

pt_BRPortuguese