Voltar ao Início

Você está em:

Privatização dos Correios pode levar poder público a arrecadar mais R$ 4 bi por ano, diz secretário

De acordo com o projeto, os Correios serão chamados de "Correios do Brasil", após a privatização
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, informou nesta quinta-feira (24) que a privatização dos Correios poderá levar o poder público a arrecadar mais R$ 4,4 bilhões por ano.

Mac Cord apresentou a estimativa ao participar de uma audiência pública sobre o tema no Ministério das Comunicações. O montante apresentado pelo secretário envolve a arrecadação da União e de estados e municípios.

O projeto de lei que permite a privatização dos Correios foi enviado pelo governo ao Congresso no ano passado. O texto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, mas ainda não passou no Senado e não há previsão de votação porque há resistência por parte dos senadores.

A aprovação do projeto pelo Congresso é requisito para que a privatização aconteça.

Durante a audiência pública desta quinta-feira, o secretário do Ministério da Economia explicou que os Correios têm imunidade tributária, isto é, não pagam a maioria dos impostos que as demais empresas pagam.

Extinção da imunidade tributária
Os Correios pagam os impostos federais PIS/Cofins e a CSLL, e a imunidade tributária foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que entendeu que a isenção seria uma forma de compensar os custos da universalização do serviço postal (entrega de cartas, telegramas, etc.), deficitários em parte dos municípios brasileiros.

Caso os Correios sejam privatizados, a imunidade tributária será extinta. Com isso, a empresa que assumir os Correios terá que pagar todos os impostos federais, estaduais e municipais sobre a receita, serviços e propriedades, o que pode gerar a arrecadação de até R$ 4,4 bilhões, segundo Mac Cord.

"Os Correios gozam de benefício tributário que não é percebido por nenhum concorrente. A partir do momento que cos Correios forem privatizados, imediatamente se começa a cobrar um imposto que hoje ele não paga, o que representa acréscimo de mais de 4 bilhões de reais na arrecadação para os cofres públicos", afirmou o secretário Diogo Mac Cord.

"Não só pro governo federal, na verdade a menor parcela é pro governo federal, a gente fala aqui em impostos para estados e municípios que imediatamente poderão ser revertidos em saúde e educação", completou.

A estimativa é uma média feita para o primeiro ano de arrecadação dos Correios privatizados.
O que diz o projeto da privatização
Em linhas gerais, o projeto abre caminho para a venda ao criar um marco legal para o setor postal e permitir a concessão deste serviço pela iniciativa privada. O prazo será de 40 anos. A concessão é necessária porque a prestação desse serviço é hoje um dever e monopólio da União, previsto na Constituição Federal.

A Constituição também prevê a universalização dos serviços postais, ou seja, a obrigação de entregar cartas a todo o país.

Já o modelo escolhido pelo governo para a privatização foi a venda de 100% da estatal. O governo chegou a cogitar dividir a empresa por regiões e tipos de serviço, mas desistiu, diante da inviabilidade econômica. Também desistiu de abrir capital e de manter participação na empresa privatizada.

Posts Relacionados

Por que cada vez mais brasileiros estão pedindo demissão?

Por que cada vez mais brasileiros estão pedindo demissão?

Dados do Ministério do Trabalho revelam que 7,3 milhões de brasileiros pediram demissão em 2023

Temu: varejista concorrente da Shopee e AliExpress inicia vendas no Brasil

Temu: varejista concorrente da Shopee e AliExpress inicia vendas no Brasil

Empresa de comércio eletrônico chega um dia após o Senado aprovar a chamada "taxa das blusinhas"

Governo divulga rótulo do arroz que será importado; pacote de 5 kg será vendido por R$ 20

Governo divulga rótulo do arroz que será importado; pacote de 5 kg será vendido por R$ 20

Governo vai comprar 300 mil toneladas e as primeiras vão chegar entre 10 de junho e 8 de setembro

Turismo internacional tem melhor abril da história com entrada de US$ 620 milhões

Turismo internacional tem melhor abril da história com entrada de US$ 620 milhões

Valor gasto por visitantes de outros países para o mês cresceu de 37,1% em relação a abril de 2023

Desemprego vai a 7,5% no trimestre terminado em abril, diz IBGE

Desemprego vai a 7,5% no trimestre terminado em abril, diz IBGE

Desocupação atinge 8,2 milhões. É o melhor resultado para este trimestre móvel desde 2014

Cartão de crédito: juros sobem novamente em abril e atingem 423% ao ano

Cartão de crédito: juros sobem novamente em abril e atingem 423% ao ano

Acima de 400% ao ano, essa é a linha de crédito mais cara do mercado financeiro

Como o BPO Pode Ajudar Sua Empresa a Crescer

Como o BPO Pode Ajudar Sua Empresa a Crescer

Em um mercado cada vez mais competitivo, as empresas estão constantemente buscando maneiras de otimizar suas operações e reduzir custos. Uma das estratégias mais eficazes

Prejuízos na agropecuária causados pelas chuvas no RS ultrapassam R$ 2,5 bilhões

Prejuízos na agropecuária causados pelas chuvas no RS ultrapassam R$ 2,5 bilhões

Os prejuízos causados pelas chuvas no Rio Grande do Sul no campo já ultrapassam R$ 2,5 bilhões, informou nesta sexta-feira (17) a Confederação Nacional de

pt_BRPortuguese