Voltar ao Início

Você está em:

Brasileiro sub-20: Ednaldo justifica regionalização por corte de custos

Com protesto de parte dos 16 clubes, presidente da CBF diz que "é natural que quem paga a conta" reavalie orçamento
Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, ainda não confirma a realização de todas competições de base e de futebol feminino neste ano. Ele defendeu a avaliação completa de custos e a possibilidade de mudanças no formato destes torneios.

Um deles é o Brasileiro sub-20 masculino, que tem nova previsão de início no domingo (29). Inicialmente, deveria começar dia 24 de abril. Mas em novo formato, com regionalização de grupos, como o ge publicou na última quinta-feira.

Ednaldo disse que, após a eleição na CBF em março, era "natural revermos orçamentos", mas foi além e disse que não havia orçamento definido para algumas competições, indicando gastos muito altos para a realização.

  • As competições serão reavaliadas, em formatos que possam dar competitividade e diminuir custos. Tem três clubes de um estado que jogam entre eles e praticamente não saem para jogar, evitando assim três viagens. E tem grupos que estavam sendo feitos que um clube era prejudicado, viajando seis vezes para cumprir a programação. Por isso, a parte técnica está estudando totalmente a competição - justificou o presidente da CBF.

A nova divisão prevê chave com 10 times, com os cinco clubes de São Paulo (Corinthians, São Paulo, Santos, Palmeiras e Bragantino), dois do Rio Grande do Sul (Grêmio e Inter), um do Paraná (Athletico), um de Santa Catarina (Chapecoense), um de Goiás (Atlético-GO).

Do outro lado estão os quatro do Rio (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco), três de Minas Gerais (América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro), três da região Nordeste (dois cearenses, com Fortaleza e Ceará, e o Bahia, da Bahia).

Por outro lado, o presidente da CBF deixou no ar, de fato, a possibilidade de exclusão do torneio sub-23, que envolvia 16 clubes. Ednaldo recebeu protesto de presidentes de clubes nos últimos dias, disse que respeita as manifestações, mas contestou os gastos. E disse que a CBF convive com as críticas, mas vai agir de maneira transparente.

  • Bom lembrar que a CBF banca 100% da competição. Em viagens, hospedagens, alimentação, traslados, arbitragem. Então é natural que quem paga a conta procure ver a forma mais correta a ser paga. Que tenham mais paciência porque não pretendemos excluir, mas reavaliar sim - comentou Ednaldo, sem deixar de alfinetar a antiga gestão.

Posts Relacionados

Palmeiras quer ouvir atletas antes de voltar ao Allianz Parque

Palmeiras quer ouvir atletas antes de voltar ao Allianz Parque

Jogo contra Mirassol também deve ser na Arena Barueri, porque regulamento determina definição de mando com dez dias de antecedência

Regulamento exige acordo do Corinthians com Mano antes de registro de novo treinador

Regulamento exige acordo do Corinthians com Mano antes de registro de novo treinador

Diretoria do Timão precisa "comprovar a quitação ou formalização do acordo de rescisão trabalhista" para poder registrar outro profissional

Diniz vê elenco inchado, e Fluminense terá saídas neste início de temporada

Diniz vê elenco inchado, e Fluminense terá saídas neste início de temporada

O atacante Yony González é outro que tem chances de deixar o clube e recebeu sondagens do mercado sul-americano

Fernando Diniz fala da saída da Seleção: “Queria que tivesse sido diferente”

Fernando Diniz fala da saída da Seleção: “Queria que tivesse sido diferente”

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, alegou ter um compromisso com Mário Bittencourt, presidente tricolor, de não prejudicar o Fluminense

Diretor do Atlético-MG Rodrigo Caetano negocia detalhes com a CBF

Diretor do Atlético-MG Rodrigo Caetano negocia detalhes com a CBF

Dorival Júnior, atual treinador da seleção brasileira, é velho conhecido de Rodrigo, já que trabalharam juntos em outras oportunidades

John Textor acrescenta novo capítulo às rusgas entre Botafogo e Palmeiras

John Textor acrescenta novo capítulo às rusgas entre Botafogo e Palmeiras

A confusão entre as equipes iniciou no dia 1º de novembro, dia da vitória palmeirense por 4 a 3 sobre o Glorioso no engenhão

Gabigol prevê final entre Flamengo e Fluminense no Carioca e faz aposta com Zico

Gabigol prevê final entre Flamengo e Fluminense no Carioca e faz aposta com Zico

Flamengo e Fluminense vêm decidindo o Estadual nos últimos quatro anos. Em 2020 e 2021, deu Rubro-Negro

Lei que visa impedir o doping acidental é avanço na educação sobre o assunto

Lei que visa impedir o doping acidental é avanço na educação sobre o assunto

Autor do Projeto de Lei sancionado, afirma que norma derruba tese para atletas que façam uso consciente de substâncias dopantes

en_USEnglish