Voltar ao Início

Você está em:

Conmebol anuncia mudanças no formato da Copa Sul-Americana

Competição passará a ter playoff entre fase de grupos e oitavas de final, assim como acontece na Liga Europa
Amanda Omura

Amanda Omura

A Conmebol anunciou nesta segunda-feira mudanças no formato da Copa Sul-Americana, já valendo para a edição de 2023. Entre as novidades, estão uma fase preliminar com confrontos nacionais e um playoff entre a fase de grupos e as oitavas de final.

A fase preliminar não contará com a presença de clubes brasileiros e argentinos. Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela terão quatro equipes cada, avançando duas de cada país para os grupos. Serão jogos únicos, com sorteio de mando de campo.

Na fase de grupos, a primeira colocação segue dando vaga direta nas oitavas de final. Os segundos lugares, porém, não serão eliminados - como aconteceu na última edição, por exemplo. Eles disputarão um confronto eliminatório contra as equipes que caírem como terceiras colocadas na Libertadores.

Como ficou:
Fase preliminar (sem brasileiros e argentinos)
Fase de grupos
Playoff entre segundos colocados e times da Libertadores
Oitavas de final
Quartas de final
Semifinal
Final

O novo formato é igual ao da Liga Europa, que recebe times da Champions League.

O sorteio dos jogos da fase preliminar acontece nesta quarta-feira, dia 21. São Paulo, América-MG, Botafogo, Santos, Goiás e Bragantino serão os representantes brasileiros na fase de grupos da competição.
Veja os clubes de outros países que estarão na Copa Sul-Americana 2023:
Argentina: Gimnasia y Esgrima, Defensa y Justicia, Tigre, Newell's Old Boys, Estudiantes e San Lorenzo
Bolívia: Oriente Petrolero, Guabirá, Atletico Palmaflor e Blooming
Chile: Palestino, Cobresal, Universidad Católica e Audax Italiano
Colômbia: Tolima, Junior Barranquilla, Santa Fe e Águilas Doradas
Equador: LDU, Emelec, Deportivo Cuenca e Delfín
Paraguai: Guaraní, Tacuary, General Caballero e Sportivo Ameliano
Peru: Universitario, Universidad César Vallejo, Cienciano e Binacional
Uruguai: River Plate, Peñarol, Defensor e Danubio
Venezuela: Estudiantes de Mérida, Deportivo Táchira, Caracas e Puerto Cabello

Posts Relacionados

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Vice de futebol comenta declaração de Tite, e Bruno Spindel ataca confederação após recusa de troca de datas na Copa América

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Atacante brasileiro compartilha vídeo do clube sobre final com Al-Ittihad e diz: "E a vontade de estar lá?"

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Presidente Gianni Infantino afirma que nova taça estará entre os vários anúncios que a entidade fará para a competição este ano

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Chefe da equipe alemã, Toto Wolff afirmou que o tetracampeão é alguém "que nunca se pode descartar"; em entrevista recente

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

A resposta sobre a proposta de R$ 12 milhões pelo volante não foi oficialmente recusada pelo SAF alvinegra, e ainda há conversas

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Verdão estreia na competição continental nesta quarta-feira, mas deve poupar titulares por estar entre as finais do Paulistão

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Presidente responde a questionamentos em grupo de WhatsApp com aliados políticos sobre renovação do atacante: "Não seremos reféns"

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Essa é a segunda punição do Peixe; a primeira, pelo não pagamento do técnico Fabián Bustos, foi resolvida após quitação dos R$ 4,7 milhões

en_USEnglish