Voltar ao Início

Você está em:

Jogadores investigados por manipulação: veja nomes e o que fizeram

Quinze atletas vão responder no tribunal por envolvimento em esquema de apostas em jogos das Séries A e B do Brasileirão
Amanda Omura

Amanda Omura

A Justiça de Goiás aceitou nesta terça-feira a denúncia do Ministério Público contra os 16 investigados na operação Penalidade Máxima II.

Eduardo Bauermann (zagueiro, Santos)
O que ele fez: a) aceitou vantagem patrimonial indevida para que fosse punido com cartão vermelho, com o fim de alterar o resultado entre Santos x Avaí e Botafogo x Santos, ambos da Série A do Campeonato Brasileiro 2022.

Gabriel Tota (meia, Ypiranga-RS)
Bruno Lopez de Moura e Ícaro Fernando Calixto dos Santos, com a participação de Gabriel Tota, agiram em conjunto para alterar o resultado de Juventude x Fortaleza.
Paulo Miranda, de forma consciente e voluntária, aceitou vantagem para que este fosse punido com cartão amarelo na partida, o que foi efetivamente providenciado pelo jogador.

Igor Cariús (lateral-esquerdo, Sport)
O que ele fez: aceitou vantagem patrimonial indevida com o fim de alterar o resultado ou evento de competição esportiva entre Ceará x Cuiabá para que fosse punido com cartão amarelo, o que foi efetivamente providenciado.

Aceitou vantagem patrimonial indevida com o fim de alterar o resultado entre Palmeiras x Cuiabá para também levar cartão amarelo.

Victor Ramos (zagueiro, Chapecoense)
O que ele fez: A vantagem consistiu na promessa de pagamento de R$ 100 mil para que Victor Ramos cometesse uma penalidade máxima durante a partida entre Guarani x Portuguesa.
Fernando Neto (volante, São Bernardo)
O que ele fez: aceitou vantagem patrimonial indevida para que ele fosse punido com cartão vermelho na partida entre Sport x Operário.

Outros denunciados na primeira fase da Operação:
Oito jogadores de diferentes clubes foram denunciados pelo Ministério Público e viraram réus. O grupo vai responder pelas práticas de organização criminosa e corrupção ativa.

São eles: Romário (ex-Vila Nova), Joseph (Tombense), Mateusinho (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Cuiabá), Gabriel Domingos (Vila Nova), Allan Godói (Sampaio Corrêa), André Queixo (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Ituano), Ygor Catatau (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Sepahan, do Irã) e Paulo Sérgio (ex-Sampaio Corrêa, hoje no Operário-PR).

Posts Relacionados

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Vice de futebol comenta declaração de Tite, e Bruno Spindel ataca confederação após recusa de troca de datas na Copa América

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Atacante brasileiro compartilha vídeo do clube sobre final com Al-Ittihad e diz: "E a vontade de estar lá?"

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Presidente Gianni Infantino afirma que nova taça estará entre os vários anúncios que a entidade fará para a competição este ano

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Chefe da equipe alemã, Toto Wolff afirmou que o tetracampeão é alguém "que nunca se pode descartar"; em entrevista recente

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

A resposta sobre a proposta de R$ 12 milhões pelo volante não foi oficialmente recusada pelo SAF alvinegra, e ainda há conversas

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Verdão estreia na competição continental nesta quarta-feira, mas deve poupar titulares por estar entre as finais do Paulistão

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Presidente responde a questionamentos em grupo de WhatsApp com aliados políticos sobre renovação do atacante: "Não seremos reféns"

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Essa é a segunda punição do Peixe; a primeira, pelo não pagamento do técnico Fabián Bustos, foi resolvida após quitação dos R$ 4,7 milhões

en_USEnglish