Voltar ao Início

Você está em:

Libra aprova novo cálculo de divisão de receita e apresentará à Liga Forte

Reunião foi realizada nesta terça-feira. Diferença final entre o que receberia o primeiro e último da fila do rateio foi reduzida
Amanda Omura

Amanda Omura

A Liga do Futebol Brasileiro (Libra) realizou nesta terça-feira, às 11h, na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), uma Assembleia Geral Extraordinária presencial que aprovou o novo cálculo de divisão de receita da associação, bem mais próximo do que pede o outro bloco, a Liga Forte Futebol do Brasil (LFF).

A divisão de receitas, pelo novo modelo votado, fica em 40% igualitário, 30% de performance e 30% de engajamento medido somente por audiência. Isso durante a transição. Os critérios permanecem após esse período, mas o modelo muda para 45-30-25, como é na LFF.

A transição, pelo que propõe a Libra, deve ser até que a soma dos contratos de transmissão cheguem ao patamar de R$ 2,8 bilhões. Atualmente, esse montante é de R$ 2,1 bilhões. Dessa forma, os clubes de maior arrecadação não perderiam dinheiro com a mudança.

Os números aprovados na assembleia levam a uma diferença final entre o que recebe o primeiro e o último clube da fila do rateio de 3.9 vezes em um período de transição e 3.4 vezes após essa fase.

O cálculo já é muito mais próximo do que o que é exigido pelos integrantes do outro bloco, a LFF, desde o início das negociações: 3.5 vezes. Antes da votação desta terça, a matemática vigente no estatuto da Libra gerava uma diferença de 4.88 vezes do primeiro para o último da arrecadação.

Alguns dirigentes participaram via internet (veja lista no fim do texto). Uma comissão de clubes foi formada para apresentar a nova proposta e, dessa forma, enfim iniciar uma discussão objetiva sobre a divisão de receitas de uma liga única: Alberto Guerra (Grêmio), Duílio Monteiro (Corinthians), Gabriel Lima (Cruzeiro), Guilherme Bellintani (Bahia), Rodolpho Landim (Flamengo) e Thairo Arruda (Botafogo).

  • O prazo é para ontem, como a gente brinca. A ideia é trazer todo mundo para baixo da mesma sociedade, da mesma organização, para ter os mesmos critérios de divisão. Se, na frente, o entendimento for também compor os blocos com esses fundos de investimento, será questão destes fundos se entenderem - disse Alberto Guerra, presidente do Grêmio.

Outra questão relevante foi discutida e houve avanços, mas não aconteceu votação. A derrubada da necessidade de unanimidade para as votações como alteração no rateio de receitas ficou para ser deliberada na próxima assembleia. A tendência é que passe a se exigir maioria de 85%.

Posts Relacionados

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Vice de futebol comenta declaração de Tite, e Bruno Spindel ataca confederação após recusa de troca de datas na Copa América

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Atacante brasileiro compartilha vídeo do clube sobre final com Al-Ittihad e diz: "E a vontade de estar lá?"

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Presidente Gianni Infantino afirma que nova taça estará entre os vários anúncios que a entidade fará para a competição este ano

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Chefe da equipe alemã, Toto Wolff afirmou que o tetracampeão é alguém "que nunca se pode descartar"; em entrevista recente

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

A resposta sobre a proposta de R$ 12 milhões pelo volante não foi oficialmente recusada pelo SAF alvinegra, e ainda há conversas

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Verdão estreia na competição continental nesta quarta-feira, mas deve poupar titulares por estar entre as finais do Paulistão

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Presidente responde a questionamentos em grupo de WhatsApp com aliados políticos sobre renovação do atacante: "Não seremos reféns"

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Essa é a segunda punição do Peixe; a primeira, pelo não pagamento do técnico Fabián Bustos, foi resolvida após quitação dos R$ 4,7 milhões

en_USEnglish