Voltar ao Início

Você está em:

Mubadala propõe pagar R$ 4 bilhões à Libra mesmo sem adesão de todos os clubes

Caso pelo menos 18 clubes aceitem os termos do fundo árabe, com pelo menos sete dos dez maiores, negócio será levado adiante
Amanda Omura

Amanda Omura

Interessado em se tornar sócio da futura liga de clubes do futebol, porém travado pelo impasse entre Libra e Forte Futebol, o Mubadala apresentou nova oferta aos integrantes da Libra. É o movimento mais agressivo feito em meses pelo fundo dos Emirados Árabes.

Em reunião realizada na última sexta-feira, em São Paulo, dirigentes aprovaram os termos do acordo e passaram a fazer ajustes na minuta contratual. Pequenas mudanças vêm sendo feitas desde então.

O valor global se mantém inalterado, em R$ 4,75 bilhões, para a hipótese em que pelo menos 34 clubes assinam contrato – tratada como ideal pelos investidores. A novidade está na inserção de cenário parcial, no qual serão pagos R$ 4 bilhões, caso o número de clubes fique entre 18 e 33.

Existe condição para que o cenário parcial se confirme. Pelo menos sete dos dez clubes com maiores valores previstos precisam aceitar o acordo. Em termos práticos, significa dizer que o contrato com o Mubadala só será válido se for assinado por sete dos seguintes clubes:
Flamengo
Corinthians
Palmeiras
São Paulo
Cruzeiro
Grêmio
Santos
Vasco
Botafogo
Bahia

Na hipótese dos R$ 4 bilhões, o valor será pago pela investidora independentemente da quantidade de clubes a assinar a proposta. Ou seja, caso apenas 18 clubes participem do negócio, eles receberão a parte que caberia inicialmente, mais os valores que seriam pagos aos rivais.

Além disso, foi incluído na proposta o pagamento de R$ 3 milhões a cada clube, como "sinal de boa vontade". Caso os termos sejam aceitos, o valor será depositado nas contas dos clubes em até 30 dias após a assinatura da oferta vinculante (que gera obrigações entre as partes).

Esses detalhes constam do novo MOU (sigla em inglês para "memorando de entendimento"), a ser assinado pela Libra com o Mubadala. O documento indica acordo entre duas ou mais partes, com um propósito em comum entre elas, em estágio preliminar à assinatura definitiva.

Posts Relacionados

Palmeiras quer ouvir atletas antes de voltar ao Allianz Parque

Palmeiras quer ouvir atletas antes de voltar ao Allianz Parque

Jogo contra Mirassol também deve ser na Arena Barueri, porque regulamento determina definição de mando com dez dias de antecedência

Regulamento exige acordo do Corinthians com Mano antes de registro de novo treinador

Regulamento exige acordo do Corinthians com Mano antes de registro de novo treinador

Diretoria do Timão precisa "comprovar a quitação ou formalização do acordo de rescisão trabalhista" para poder registrar outro profissional

Diniz vê elenco inchado, e Fluminense terá saídas neste início de temporada

Diniz vê elenco inchado, e Fluminense terá saídas neste início de temporada

O atacante Yony González é outro que tem chances de deixar o clube e recebeu sondagens do mercado sul-americano

Fernando Diniz fala da saída da Seleção: “Queria que tivesse sido diferente”

Fernando Diniz fala da saída da Seleção: “Queria que tivesse sido diferente”

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, alegou ter um compromisso com Mário Bittencourt, presidente tricolor, de não prejudicar o Fluminense

Diretor do Atlético-MG Rodrigo Caetano negocia detalhes com a CBF

Diretor do Atlético-MG Rodrigo Caetano negocia detalhes com a CBF

Dorival Júnior, atual treinador da seleção brasileira, é velho conhecido de Rodrigo, já que trabalharam juntos em outras oportunidades

John Textor acrescenta novo capítulo às rusgas entre Botafogo e Palmeiras

John Textor acrescenta novo capítulo às rusgas entre Botafogo e Palmeiras

A confusão entre as equipes iniciou no dia 1º de novembro, dia da vitória palmeirense por 4 a 3 sobre o Glorioso no engenhão

Gabigol prevê final entre Flamengo e Fluminense no Carioca e faz aposta com Zico

Gabigol prevê final entre Flamengo e Fluminense no Carioca e faz aposta com Zico

Flamengo e Fluminense vêm decidindo o Estadual nos últimos quatro anos. Em 2020 e 2021, deu Rubro-Negro

Lei que visa impedir o doping acidental é avanço na educação sobre o assunto

Lei que visa impedir o doping acidental é avanço na educação sobre o assunto

Autor do Projeto de Lei sancionado, afirma que norma derruba tese para atletas que façam uso consciente de substâncias dopantes

en_USEnglish