Voltar ao Início

Você está em:

Réveillon 2024 deve movimentar R$ 3 bilhões na economia do Rio

Segundo prefeitura, o montante é 15% maior que em 2023, quando o movimento foi de R$ 2,6 bilhões
Amanda Omura

Amanda Omura

O réveillon de 2024 deve movimentar R$ 3 bilhões na economia carioca, o que representa um aumento de 15% em relação à virada de 2023, quando o movimento foi de R$ 2,6 bilhões.

As estimativas são da Prefeitura do Rio e estão sendo divulgadas junto com o estudo “Réveillon em Dados”, que traz um retrato da segunda festa mais importante para a cidade, atrás apenas do carnaval.

Serão, ao todo, 12 palcos espalhados por 11 pontos da cidade, com mais de 4 milhões de pessoas participando das festas da virada, 2 milhões somente nas areias de Copacabana. O estudo foi realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico (SMDUE), em parceria com o Instituto Fundação João Goulart (FJG) e a Riotur – Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro.

A pesquisa marca a é a primeira edição do “Réveillon em Dados”, pesquisa da Prefeitura do Rio sobre a festa da virada de ano, assim como já tiveram duas edições do “Carnaval de Dados”, estudo sobre a folia carioca.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Econômico, Chicão Bulhões, o resultado corrobora o bom ano para a economia da cidade: "A economia do Rio manteve-se bem aquecida o ano todo: nós tivemos o maior Carnaval dos últimos tempos, trouxemos o Web Summit para a cidade e recebemos dezenas de shows internacionais e eventos de negócios. Tudo isso anima o carioca a gastar mais com serviços e atrai turistas nacionais e internacionais, que também aproveitam tudo o que a cidade tem a oferecer", avalia.

Festas privadas
No Réveillon passado, estiveram em Copacabana 2 milhões de pessoas. Nas festas e eventos privados, a expectativa para o Réveillon 2024 é que participem mais de 50 mil pessoas, com a venda de R$ 20 milhões em ingressos. Os dados têm como base informações da Coordenadoria Especial de Promoção de Eventos do Gabinete do Prefeito. Serão, no total, 38 eventos e festas privadas de Réveillon 2024, sendo 42% na Zona Sul e 42% na Barra. Em média, cada festa privada deve ter 1,4 mil pessoas, com a maior parte das pessoas (63%) em festas na Zona Sul carioca.
Avaliação de turistas
Segundo dados da Riotur, 98% dos turistas estrangeiros, 89% dos turistas nacionais e 88% de cariocas e moradores da Região Metropolitana do Rio deram nota acima de 8 para a virada de 2022 para 2023 em Copacabana.

A publicação também mostra que o público na praia de Copacabana é composto por 85% de cariocas e moradores da Região Metropolitana do Rio, 12% de turistas nacionais e 3% dos turistas estrangeiros. Dentre os cariocas, 54% de homens e 46% de mulheres, com 62% até 40 anos. A Argentina é o país com mais turistas estrangeiros, e São Paulo e Minas Gerais são os estados com mais turistas nacionais, sendo que aproximadamente 60% dos turistas ficam 5 dias ou mais na cidade.

Posts Relacionados

El Niño x La Niña: mudança de fenômeno pode impactar a inflação no Brasil

El Niño x La Niña: mudança de fenômeno pode impactar a inflação no Brasil

Principal temor é que o fenômeno provoque longos períodos de seca, esvaziando reservatórios

Governo propõe a servidores aumentos em auxílio alimentação e benefícios

Governo propõe a servidores aumentos em auxílio alimentação e benefícios

Ministério da Gestão se reuniu com representantes do funcionalismo, mas não houve acordo

Reforma tributária: imposto sobre herança ou doação pode subir em 10 estados

Reforma tributária: imposto sobre herança ou doação pode subir em 10 estados

Texto prevê que imposto passe a ser progressivo em todo o país, com base no valor do patrimônio

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Valor é 65% maior que o volume de autuações de 2022 e coincide com esforço por maior arrecadação

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

Governo quer aprovar medidas econômicas, como a criação de uma linha de crédito para CadÚnico

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

A discussão sobre quais produtos serão contemplados com quais benefícios ainda não foi feita

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Segundo o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, três sugestões foram levantadas

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Expectativa do governo é de que cerca de 43 mil famílias sejam beneficiadas pela medida

en_USEnglish