Voltar ao Início

Você está em:

Sintomas de rosácea: você sabe quais são e o que pode piorá-los?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a rosácea afeta de 1,5% a 10% das populações estudadas
Amanda Omura

Amanda Omura

A rosácea é uma condição comum, mas incompreendida — estima-se que afete milhões de pessoas em todo o mundo.

É incurável, e aqueles que têm rosácea muitas vezes precisam se submeter a um regime de tratamento prolongado, restrições em relação ao que comem, bebem e fazem — e, em alguns casos, julgamentos ou piadas de outras pessoas.

A condição da pele, caracterizada por uma vermelhidão da face causada por vasos sanguíneos dilatados com pequenas protuberâncias e manchas, semelhante à acne, é comum.
De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a rosácea afeta de 1,5% a 10% das populações estudadas — sobretudo adultos entre 30 e 50 anos de idade.

No Reino Unido, alguns relatórios sugerem que uma em cada 10 pessoas possuem a condição.

Sintomas
De acordo com o NHS, sistema de saúde público do Reino Unido, a rosácea é mais comum em mulheres e pessoas com pele mais clara, mas os sintomas podem ser piores nos homens.

Os primeiros sinais da condição incluem:
Vermelhidão (rubor) que vem e vai no nariz, bochechas, testa e queixo;
Sensação de queimação ou ardência ao usar água ou produtos para a pele.
À medida que a rosácea piora, segundo o NHS, as bochechas, nariz e testa dos pacientes ficam vermelhos o tempo todo. E pequenos vasos sanguíneos podem aparecer na pele.

Pequenas protuberâncias rosas ou vermelhas também podem surgir — às vezes, com um líquido amarelado dentro.

Gatilhos
Não se sabe o que causa a rosácea, mas alguns gatilhos podem piorar os sintomas. Entre os mais comuns, estão:
Álcool;
Alimentos picantes;
Queijo;
Cafeína;
Bebidas quentes;
Exercícios aeróbicos, como corrida.

Caso real
Lex Gillies, de York, na Inglaterra, era uma estudante de 21 anos quando foi diagnosticada com rosácea.

"Não queria fazer nada que fizesse as pessoas se virarem e olharem para mim porque não queria que as pessoas notassem minha pele", diz ela.
Lex, uma blogueira e embaixadora da British Skin Foundation, passou oito anos documentando seu relacionamento com a rosácea e diz que aprendeu a entender e aceitar sua pele como ela é, em vez de tratá-la "como minha inimiga".

Lex escreveu extensivamente sobre o impacto que a rosácea pode ter na saúde mental das pessoas, dizendo que "ainda não é algo que é levado a sério".

Posts Relacionados

Por que os ‘supercochilos’ podem ser bons para sua saúde

Por que os ‘supercochilos’ podem ser bons para sua saúde

O supercochilo é uma tendência em crescimento em todo o mundo. Mas uma rápida soneca durante o dia realmente funciona?

Vermelhidão, ressecamento, lesões e coceira: pode ser dermatite atópica

Vermelhidão, ressecamento, lesões e coceira: pode ser dermatite atópica

A dermatite atópica também é conhecida como eczema atópico. De origem grega, o termo significa pele que ferve

Por que algumas pessoas se sentem cansadas o tempo todo?

Por que algumas pessoas se sentem cansadas o tempo todo?

Para algumas pessoas, não importa quanto tempo durmam, elas ainda se sentem cansadas e com pouca energia. Por quê?

Manual de sobrevivência para o carnaval: veja cuidados para evitar ressaca

Manual de sobrevivência para o carnaval: veja cuidados para evitar ressaca

Em tempos de carnaval, nada melhor do que curtir a folia ao máximo. Mas você pensa na sua saúde enquanto aproveita?

O que acontece com corpo quando se para de tomar café

O que acontece com corpo quando se para de tomar café

Costuma causar dor de cabeça, mas também melhora o humor, o sistema gastrointestinal e até a aparência

Dengue: quais são os sintomas e quando é hora de buscar um hospital

Dengue: quais são os sintomas e quando é hora de buscar um hospital

Brasil registrou explosão no número de casos de dengue nas duas primeiras semanas deste ano, com 55.859 casos prováveis

Colágeno: quais os efeitos reais do suplemento na pele?

Colágeno: quais os efeitos reais do suplemento na pele?

Apesar de ser um suplemento popular, o colágeno ainda carece de boas evidências científicas que respaldem o principal benefício

Por que devemos investir no consumo de frutas, legumes e verduras

Por que devemos investir no consumo de frutas, legumes e verduras

Alimentos contêm substâncias bioativas que ajudam no nosso metabolismo. Quanto mais colorido o prato, melhor

en_USEnglish