Voltar ao Início

Você está em:

CBF vai convocar assembleia geral para vender avião e helicóptero

Os gastos com a manutenção dos equipamentos chegam a R$ 13 milhões anuais, dinheiro que Rodrigues não quer mais gastar
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

v

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, vai convocar uma assembleia geral no mês de maio para tratar da venda de duas aeronaves da entidade: um avião e um helicóptero.

O dirigente estima obter uma receita de R$ 50 milhões com as vendas. Os gastos com a manutenção dos equipamentos chegam a R$ 13 milhões anuais, dinheiro que Rodrigues não quer mais gastar.

– Esse valor tem que ser revertido para estrutura, campos, centros de treinamento, iluminação, melhora nos gramados. A CBF não precisa de aviões – diz Rodrigues, que foi eleito no dia 23 de março para um mandato de quatro anos. E desde então diz só ter pegado voos comerciais.

As aeronaves fazem parte do patrimônio da CBF e, de acordo com o estatuto, só podem ser vendidas com autorização da Assembleia Geral – neste caso formada pelas 27 federações estaduais.

Negociações envolvendo aeronaves já foram motivo de crise na CBF. No ano passado, ao mesmo tempo em que lidava com uma denúncia de assédio moral e assédio sexual por parte de uma funcionária, o então presidente Rogério Caboclo acertou a venda do avião da CBF e comprou um mais novo – e maior.

A CBF tem um Cessna 680 Citation Sovereign (prefixo PP-AAD) ano 2009. No ano passado, Caboclo encontrou um comprador disposto a pagar US$ 6,5 milhões pelo avião (cerca de R$ 32 milhões). Ele usou R$ 40 milhões do caixa da CBF para comprar um Legacy 500 bem mais novo.

Depois que Caboclo foi afastado da presidência, a diretoria da CBF cancelou o negócio. O novo avião foi revendido pelos mesmos R$ 72 milhões que a entidade havia pagado, e a venda do antigo foi cancelada.

Sobre o helicóptero, nem Ednaldo Rodrigues tem informações. O presidente da CBF afirmou mais de uma vez que nunca viu nem usou a aeronave, mas que ela consta do patrimônio da entidade e por isso vai vendê-la.

Recorde de faturamento
A entidade fechou o ano passado com um faturamento recorde de R$ 971 milhões, quase 47% de aumento em relação a 2020, ano em que as contas foram mais prejudicadas pela pandemia.

Posts Relacionados

Crise no Corinthians: diretores financeiro e de futebol entregam os cargos

Crise no Corinthians: diretores financeiro e de futebol entregam os cargos

Horas após a patrocinadora VaideBet comunicar a rescisão contratual, diretores de cargos importantes deixaram a cúpula do clube

Premiação da Bola de Ouro 2024 já tem data definida

Premiação da Bola de Ouro 2024 já tem data definida

Cerimônia será realizada no dia 28 de outubro, em Paris, e finalistas serão divulgados em setembro. Vini Jr é um dos favoritos

COB pede vaga olímpica para remadores que ajudaram na tragédia do Rio Grande do Sul

COB pede vaga olímpica para remadores que ajudaram na tragédia do Rio Grande do Sul

Evaldo Becker e Piedro Tuchtenhagen deixaram de disputar o Pré-Olímpico na Suíça para resgatar vítimas das enchentes

Vitórias de Alison, Ítalo e da seleção feminina de vôlei marcam semana do Brasil

Vitórias de Alison, Ítalo e da seleção feminina de vôlei marcam semana do Brasil

Ítalo Ferreira é campeão da etapa do Taiti do Circuito Mundial, Alison dos Santos nos 400m com barreiras, vôlei feminino segue invicta

Brasileirão recomeça neste fim de semana com retorno dos times gaúchos

Brasileirão recomeça neste fim de semana com retorno dos times gaúchos

Grêmio, Inter e Juventude entram em campo neste sábado; Tricolor será mandante e jogará no Couto Pereira, em Curitiba

CBF vai usar data Fifa e inversão de mandos para recuperar jogos atrasados

CBF vai usar data Fifa e inversão de mandos para recuperar jogos atrasados

A entidade – em conjunto com os clubes – também decidiu que o Campeonato Brasileiro vai terminar no dia 8 de dezembro, sem adiamentos

Insatisfeita, VaideBet pede esclarecimentos ao Corinthians e pode rescindir contrato

Insatisfeita, VaideBet pede esclarecimentos ao Corinthians e pode rescindir contrato

A casa de apostas VaideBet, patrocinadora máster do Corinthians, notificou o clube de que está insatisfeita com as recentes notícias relacionadas à parceria e avisou

Corinthians vê Cássio irredutível sobre saída e negocia condições para rescisão

Corinthians vê Cássio irredutível sobre saída e negocia condições para rescisão

A era Cássio está mesmo chegando ao fim no Corinthians. Nesta quarta-feira, o goleiro teve uma conversa com o presidente do clube, Augusto Melo, e

pt_BRPortuguese