Voltar ao Início

Você está em:

EUA aprovam ajuda militar direta para Taiwan

O anúncio de que os EUA iriam dar dinheiro para Taiwan foi feito pelo Departamento de Estado ao Congresso do país na terça-feira
Amanda Omura

Amanda Omura

O governo do presidente Joe Biden aprovou, pela primeira vez, uma ajuda militar direta dos Estados Unidos para Taiwan. A China, que considera que Taiwan é parte do território dela, afirmou nesta quinta-feira (31) que poderá haver consequências para "a segurança" da ilha.

O anúncio de que os EUA iriam dar dinheiro para Taiwan foi feito pelo Departamento de Estado (órgão equivalmente ao Ministério de Relações Exteriores) ao Congresso do país na terça-feira. Foram anúnciados US$ 80 milhões (cerca de R$ 395,2 milhões).

O Departamento de Estado dos EUA não deu explicações sobre a ajuda publicamente, mas uma fonte familiarizada com o anúncio disse que na prática o dinheiro vai ser empregado em melhoras na vigilância no mar.
A assistência precisa da aprovação do Congresso, o que é praticamente certo, uma vez que tanto os legisladores democratas quanto os republicanos apoiam Taiwan.

Essa é a primeira vez que os EUA dão dinheiro para Taiwan por um programa do governo americano chamado Financiamento Militar Estrangeiro.
Reação da China
O Minstério da Defesa da China afirmou que a ajuda militar dos EUA vai prejudicar a ilha.

Wu Qian, um porta-voz do MInistério da Defesa da China, disse que "a ajuda e as vendas militares dos EUA para Taiwan apenas alimentam o complexo militar-industrial americano e prejudicam a segurança e o bem-estar dos compatriotas de Taiwan".
"Nesse sentido, o Exército de Libertação Popular irá, como sempre, tomar todas as medidas necessárias para contrabalançá-las com determinação", afirmou ele (Exército de Libertação Popular é o exército chinês).

EUA e a política da ambiguidade estratégica
O governo da China não reconhece a existência do Estado de Taiwan --para os chineses, a ilha é parte do território chinês.

Os EUA têm uma política de ambiguidade estratégica --para poder manter relações com a China, oficialmente, os americanos não reconhecem Taiwan como um Estado, mas na prática agem como se Taiwan fosse um país independente.

Posts Relacionados

El Salvador se consolida como regime de partido único

El Salvador se consolida como regime de partido único

Apesar da alta popularidade, presidente concentra poderes e anuncia a pulverização da oposição, com controle de 58 das 60 cadeiras

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

Mark Zuckerberg pediu desculpas a familiares de crianças e adolescentes afetadas por conteúdos de exploração sexual infantil

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores pressionam governo para recuperar danos causados pela inflação e a guerra, além de políticas prejudiciais ao setor

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Ato foi convocado pela maior central sindical do país e tem adesão de funcionários de bancos, comércio, setor bancário e caminhoneiros

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Única desafiante ao ex-presidente na disputa republicana, ex-embaixadora da ONU passa a criticá-lo, para tentar reduzir a vantagem dele

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Nesta semana, Paquistão disse que bombardeou base de grupo separatista em território iraniano, um dia após dizer ter sido atacado Irã

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Aliança militar do Ocidente convoca 90 mil soldados de países membros e da Suécia para primeiro exercício militar de 2024

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Israel combate o Hamas e o Hezbollah, aliados do Irã, que apoia também os Houthis, grupo rebelde do Iêmen que ataca navios

pt_BRPortuguese