Voltar ao Início

Você está em:

F1 discute ampliar equipes, mas Domenicali questiona necessidade

Chefe da Fórmula 1 discute com os times planos para o futuro da modalidade, afirma ter pelo menos quatro candidatos a ser 11ª
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O sucesso recente da Fórmula 1, com campeonatos disputados e crescimento da audiência, especialmente nos Estados Unidos, está trazendo interesse de novas montadoras para o cenário competitivo da modalidade.

De acordo com o chefe da F1, Stefano Domenicali, quatro ou cinco construtoras já demonstraram interesse em entrar no esporte em caso de uma ampliação, uma delas da Andretti, do americano Michael Andretti, que já manifestou publicamente o desejo.

  • Não é só o Michael Andretti. Ele talvez seja o mais vocal, mas temos pelos menos quatro ou cinco pedidos para considerar uma nova equipe como parte da Fórmula 1 - afirmou Domenicali.
    Segundo previsão de Toto Wolff, chefe da Mercedes, a Andretti teria que investir cerca de US$ 1 bilhão (R$4,8 bilhões) para ter um carro competitivo no atual nível da F1. Porém o interesse não basta para convencer Stefano Domenicali. O italiano destacou que os times vêm discutindo qual a melhor estratégia para o futuro do esporte, mas não crê que uma 11ª equipe seja o caminho.
  • Eu preciso ser bem honesto. Hoje, com dez times, com a competição que temos na pista a F1 é muito, muito sólida. Há complexidades a serem consideradas se formos adicionar um novo time. Além disso, eu não considero que seja o elemento mais importante para crescer a modalidade, para ser sincero - completou Stefano.

A Fórmula 1 inicia 2022 após uma de suas temporadas mais incríveis, decidida na última corrida, com promessa de um páreo ainda mais acirrado, com a Ferrari entrando na disputa entre RBR e Mercedes pelos títulos da temporada.

  • No fim das contas, com dois pilotos e dois times lutando [em 2021] o interesse estava no auge. Se tivermos, como esperamos este ano, mais times e pilotos na briga, é mais do que suficiente - concluiu o chefão.

Depois de uma primeira corrida incrível no Bahrein, com dobradinha da Ferrari e vitória de Charles Leclerc, a F1 continua neste domingo (27) com o Grande Prêmio da Arábia Saudita, em Jeddah. Os treinos livres começam nesta sexta-feira (25) e a corrida acontece às 14h.

Posts Relacionados

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Flamengo critica CBF sobre o calendário: “Brasileiro não tem isonomia”

Vice de futebol comenta declaração de Tite, e Bruno Spindel ataca confederação após recusa de troca de datas na Copa América

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Neymar brinca com Jorge Jesus em treino e acompanha Al-Hilal na Supercopa

Atacante brasileiro compartilha vídeo do clube sobre final com Al-Ittihad e diz: "E a vontade de estar lá?"

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Mundial de Clubes: Fifa vai mudar troféu e logo para novo torneio

Presidente Gianni Infantino afirma que nova taça estará entre os vários anúncios que a entidade fará para a competição este ano

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Mercedes está aberta a receber Sebastian Vettel de volta à F1

Chefe da equipe alemã, Toto Wolff afirmou que o tetracampeão é alguém "que nunca se pode descartar"; em entrevista recente

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

Vasco ainda sonha com Marlon Freitas e tem outras duas negociações

A resposta sobre a proposta de R$ 12 milhões pelo volante não foi oficialmente recusada pelo SAF alvinegra, e ainda há conversas

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Palmeiras inicia busca para se isolar como maior brasileiro na Libertadores

Verdão estreia na competição continental nesta quarta-feira, mas deve poupar titulares por estar entre as finais do Paulistão

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Landim diz que possível saída do Flamengo afetará Gabigol

Presidente responde a questionamentos em grupo de WhatsApp com aliados políticos sobre renovação do atacante: "Não seremos reféns"

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Dorival aprova início pela Seleção:”O Brasil sai daqui com saldo positivo”

Essa é a segunda punição do Peixe; a primeira, pelo não pagamento do técnico Fabián Bustos, foi resolvida após quitação dos R$ 4,7 milhões

pt_BRPortuguese