Voltar ao Início

Você está em:

Final da Copa do Mundo terá dois camisas 10 do mesmo time pela primeira vez

Messi e Mbappé, colegas de Paris Saint-Germain, se enfrentam na final do próximo domingo, entre Argentina e França
Amanda Omura

Amanda Omura

A final da Copa do Mundo 2022, além de colocar frente a frente os dois principais destaques individuais da competição, terá algo inédito na história do torneio. Pela primeira vez, os dois camisas 10 em campo serão companheiros de time: Messi e Mbappé.

Argentina e França se enfrentam às 12h (de Brasília) deste domingo, no Lusail. As duas seleções têm até o momento dois títulos cada, atrás de Brasil, com cinco, e Itália e Alemanha, com quatro.
Messi vai para sua segunda final, mas em 2014 ainda defendia o Barcelona. Mbappé, campeão em 2018, já defendia o PSG quando venceu a Croácia na Rússia. O curioso é que nenhum dos dois é o 10 no clube: Neymar é o dono da camisa, enquanto o francês usa a 7 e o argentino veste a 30.
Os dois passaram a ser companheiros na temporada 2021/22. Até o momento, pelo PSG, fizeram 48 jogos, com 34 vitórias, 10 empates e quatro derrotas. Será a quarta vez em que se enfrentarão - a segunda em Copas -, e Messi ainda não conseguiu vencer. Veja abaixo:
França 4 x 3 Argentina - Oitavas da Copa do Mundo - 30/06/2018
Barcelona 1 x 4 PSG - Oitavas da Champions League - 16/02/2021
PSG 1 x 1 Barcelona - Oitavas da Champions League - 10/03/2021

O Paris Saint-Germain entra para o grupo de times que tiveram mais de um camisa 10 em finais de Copas. Barcelona, Juventus e Real Madrid tiveram dois, enquanto a Inter de Milão é recordista, com três.

Camisas 10 em finais:
1950: Schiaffino (Peñarol) x Jair (Palmeiras)
1954: Liebrich (Kaiserslautern) x Puskas (Budapest Honved)
1958: Pelé (Santos)
1962: nenhum
1966: Hurst (West Ham) x Held (Borussia Dortmund)
1970: Pelé (Santos) x Bertini (Internazionale)
1974: Van de Kerkhof (PSV)
1978: Kempes (Valencia) x Van de Kerkhof (PSV)
1982: Hansi Müller (Stuttgart)
1986: Maradona (Napoli) x Magath (Hamburgo)
1990: Matthäus (Internazionale) x Maradona (Napoli)
1994: Roberto Baggio (Juventus)
1998: Zidane (Juventus) x Rivaldo (Barcelona)
2002: Rivaldo (Barcelona)
2006: Totti (Roma) x Zidane (Real Madrid)
2010: Fabregas (Barcelona) x Sneijder (Internazionale)
2014: Messi (Barcelona)
2018: Mbappé (PSG) x Modric (Real Madrid)
2022: Messi (PSG) x Mbappé (PSG)

Posts Relacionados

Regulamento exige acordo do Corinthians com Mano antes de registro de novo treinador

Regulamento exige acordo do Corinthians com Mano antes de registro de novo treinador

Diretoria do Timão precisa "comprovar a quitação ou formalização do acordo de rescisão trabalhista" para poder registrar outro profissional

Diniz vê elenco inchado, e Fluminense terá saídas neste início de temporada

Diniz vê elenco inchado, e Fluminense terá saídas neste início de temporada

O atacante Yony González é outro que tem chances de deixar o clube e recebeu sondagens do mercado sul-americano

Fernando Diniz fala da saída da Seleção: “Queria que tivesse sido diferente”

Fernando Diniz fala da saída da Seleção: “Queria que tivesse sido diferente”

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, alegou ter um compromisso com Mário Bittencourt, presidente tricolor, de não prejudicar o Fluminense

Diretor do Atlético-MG Rodrigo Caetano negocia detalhes com a CBF

Diretor do Atlético-MG Rodrigo Caetano negocia detalhes com a CBF

Dorival Júnior, atual treinador da seleção brasileira, é velho conhecido de Rodrigo, já que trabalharam juntos em outras oportunidades

John Textor acrescenta novo capítulo às rusgas entre Botafogo e Palmeiras

John Textor acrescenta novo capítulo às rusgas entre Botafogo e Palmeiras

A confusão entre as equipes iniciou no dia 1º de novembro, dia da vitória palmeirense por 4 a 3 sobre o Glorioso no engenhão

Gabigol prevê final entre Flamengo e Fluminense no Carioca e faz aposta com Zico

Gabigol prevê final entre Flamengo e Fluminense no Carioca e faz aposta com Zico

Flamengo e Fluminense vêm decidindo o Estadual nos últimos quatro anos. Em 2020 e 2021, deu Rubro-Negro

Lei que visa impedir o doping acidental é avanço na educação sobre o assunto

Lei que visa impedir o doping acidental é avanço na educação sobre o assunto

Autor do Projeto de Lei sancionado, afirma que norma derruba tese para atletas que façam uso consciente de substâncias dopantes

Palmeiras arrecada R$ 13 milhões após primeiro ano de plataforma digital

Palmeiras arrecada R$ 13 milhões após primeiro ano de plataforma digital

Em celebração ao aniversário da Palmeiras Pay, clube divulgou premiação ao longo do ano que sorteará carro, moto e produtos oficiais

pt_BRPortuguese