Voltar ao Início

Você está em:

Finlândia se prepara há décadas para potencial conflito com a Rússia

País tem sistema de abrigo subterrâneo, rede de armazenamento de mercadorias desenvolvida e alistamento militar mais rigoroso
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Na capital Helsinque, como no resto da Finlândia, edifícios e casas de altura baixa e média, quase sem torres ou arranha-céus, dominam uma vista inconfundivelmente nórdica.
Mas abaixo dessa paisagem, no subsolo, a Finlândia possui um mundo à parte.

Tomi Rask atua na Defesa Civil em Helsinque e descreve com orgulho a famosa rede de abrigos subterrâneos da cidade — um enorme espaço criado para os finlandeses lutarem contra invasões, desastres naturais ou outro tipo de emergência.

"Só em Helsinque temos cerca de 5,5 mil abrigos subterrâneos. Eles podem acomodar quase um milhão de pessoas e resistem a todos os tipos de ataques das armas mais modernas, inclusive nucleares", disse Rask à BBC News Mundo (serviço em espanhol da BBC).

A rede subterrânea não é sua única forma de defesa dos finlandeses contra catástrofes.

Por décadas, a Finlândia impôs um dos sistemas de recrutamento militar mais rigorosos do mundo, reuniu grandes estoques de petróleo, alimentos e remédios, e trabalhou na conscientização de seu povo sobre a necessidade de estar preparado para os "piores cenários".

Esse nível de preparação é baseado, entre outros fatores, na desconfiança em relação ao seu vizinho ao leste, a Rússia, com a qual a Finlândia compartilha 1,3 mil km de fronteira, e que no passado invadiu e tomou territórios finlandeses.

Desde a Segunda Guerra Mundial, ambos os países vivem em relativa calma graças à neutralidade adotada pela Finlândia para garantir a paz com seu vizinho.

Mas tudo mudou com a guerra na Ucrânia. A Finlândia percebeu o perigo real e agora está acelerando sua adesão à aliança militar Otan, um movimento que gerou ameaças de Moscou.

São momentos de tensão para um país que há muitos anos se prepara para uma emergência.

Posts Relacionados

Milei se encontra com Elon Musk e oferece apoio

Milei se encontra com Elon Musk e oferece apoio

Presidente da Argentina, Milei ofereceu apoio a Musk nos processos da Justiça brasileira em que o bilionário está sendo investigado

México pede suspensão do Equador na ONU

México pede suspensão do Equador na ONU

O objetivo da denúncia mexicana é "garantir a reparação do dano moral infligido ao Estado mexicano e a seus cidadãos", disse a ministra

Netanyahu diz que já tem data para atacar Rafah

Netanyahu diz que já tem data para atacar Rafah

Ele não deu mais detalhes. Pouco depois, o Departamento de Estado dos Estados Unidos disse que não foi informado sobre os planos

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

A profundidade do terremoto, de acordo com a USGS, foi de 5 quilômetros abaixo da superfície -- uma profundidade considerada baixa

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Ele também afirmou que apoiar a Ucrânia é importante porque os russos estão recebendo ajuda para aumentar sua indústria de defesa

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

O primeiro-ministro de Israel é pressionado pela antecipação de eleições gerais e pela crise deflagrada em sua coligação extremista

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

A Guarda Revolucionária do Irã anunciou que sete de seus membros, entre eles três comandantes, morreram no bombardeio

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Os Estados Unidos optaram por jogar caixas de aviões porque há dificuldades para entrar com caminhões na Faixa de Gaza

pt_BRPortuguese