Voltar ao Início

Você está em:

G7 concorda em avaliar teto para preço do petróleo russo

Líderes dos países mais ricos também concordaram em pressionar pela proibição das importações de ouro da Rússia
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O G7, grupo das sete potências econômicas, concordou em explorar a imposição de uma proibição ao transporte de petróleo russo vendido acima de um determinado preço, disseram eles nesta terça-feira (28).
"Convidamos todos os países com ideias semelhantes a considerar se juntar a nós em nossas ações", afirmaram os líderes do G7 em comunicado.

A guerra na Ucrânia e suas dramáticas consequências econômicas, em particular o aumento da inflação de alimentos e energia, dominaram a cúpula deste ano do grupo de democracias ricas em um resort nos Alpes da Baviera, na Alemanha.

O G7 está analisando os tetos de preços como uma forma de evitar que Moscou lucre com a invasão da Ucrânia, que elevou drasticamente os preços da energia, abrandando os esforços ocidentais para reduzir as importações de petróleo e gás russos.

As receitas de exportação de petróleo da Rússia subiram em maio, mesmo com a queda dos volumes, disse a Agência Internacional de Energia em seu relatório mensal de junho.

Um teto sobre quanto outros países pagam à Rússia pelo petróleo comprimiria os "recursos que ele (presidente russo, Vladimir Putin) tem para travar a guerra e, em segundo lugar, aumenta a estabilidade e a segurança do abastecimento nos mercados globais de petróleo", disse uma autoridade de alto escalão do governo dos Estados Unidos nesta terça-feira.
O rublo atingiu uma máxima de mais de sete anos nesta terça-feira, espelhando os controles de capital impostos no país, o que acabou se sobrepondo à pressão advinda dos mercados ocidentais sobre a moeda com o default na dívida russa. Por volta de 10h, o dólar recuava 0,73% frente a moeda da Rússia, a 53,50 rublos, depois de atingir seu nível mais forte desde o início de junho de 2015, de 52,5750 rublos na abertura da Bolsa de Moscou..

Posts Relacionados

Número de palestinos mortos em Gaza ultrapassa 35 mil

Número de palestinos mortos em Gaza ultrapassa 35 mil

De acordo com o Hamas, já são 35.091 mortos e 78.827 feridos desde outubro, quando Israel declarou guerra ao grupo

Com poucos soldados, Ucrânia vai recrutar presos

Com poucos soldados, Ucrânia vai recrutar presos

A Rússia anunciou que vai fazer exercícios militares com armas nucleares táticas no sul em resposta a supostas ameaças

EUA interromperam envio de bombas para Israel

EUA interromperam envio de bombas para Israel

Foram bloqueadas as entregas de 1.800 bombas de 907 kg e de 1.700 bombas de 226 kg, segundo funcionário do governo

Hamas pede ajuda para barrar avanço de Israel

Hamas pede ajuda para barrar avanço de Israel

Exército israelense entrou na segunda-feira (6) na cidade, que fica no extremo sul de Gaza e é considerada o último refúgio de moradores

Hamas aceita proposta de cessar-fogo

Hamas aceita proposta de cessar-fogo

Israel afirmou que os termos desta proposta foram amenizados pelo Egito e que não pode aceitar os termos do acordo

Desodorante natural ou antitranspirante: qual é mais saudável?

Desodorante natural ou antitranspirante: qual é mais saudável?

Nos últimos anos, tem crescido no mercado a oferta de desodorantes naturais que prometem ser menos agressivos na pele

EUA acusam Rússia de usar armamento químico

EUA acusam Rússia de usar armamento químico

A Rússia declarou que já não possui um arsenal químico militar, mas o país enfrenta pressões para uma transparência maior

Câmara da Argentina aprova Lei de Bases de Milei

Câmara da Argentina aprova Lei de Bases de Milei

A Lei de Bases aprovada é uma nova versão, reduzida, da 'Lei Ómnibus'. Além disso, aprovou-se um novo pacote fiscal

pt_BRPortuguese