Voltar ao Início

Você está em:

Governo anuncia programa para tentar reduzir emissões de metano no país

Medida está em linha com compromisso assumido pelo Brasil de reduzir emissões do gás, que contribui para o aquecimento do planeta
Amanda Omura

Amanda Omura

O governo anunciou nesta segunda-feira (21) medidas para tentar reduzir as emissões de metano no país, e de fomento à produção e ao uso sustentável do biometano.
O metano é um gás que acelera a elevação da temperatura na Terra. Ele é produzido no aparelho digestivo do gado e em processos naturais, porém mais da metade do gás tem origem em uma série de atividades humanas, como os resíduos de aterros e a produção de óleo e gás.
Já o biometano é obtido por meio do tratamento de resíduos urbanos, como o lixo, e rurais, como aqueles que resultam da produção de cana de açúcar e soja. É um gás equivalente ao gás natural e 100% renovável, que pode ser usado em indústrias em substituição a combustíveis fósseis, como diesel e derivados de petróleo.

O anúncio das medidas ocorreu durante cerimônia no Palácio do Planalto.
O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, assinou uma portaria que cria o programa nacional de redução de emissões de metano, chamado de Metano Zero. Um dos objetivos do programa é justamente fomentar a produção e uso do biometano como fonte de energia.

O presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto que institui a estratégia federal de incentivo ao uso sustentável de biogás e biometano. E o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, assinou uma portaria que prevê investimentos em biometano no regime especial de incentivos para o desenvolvimento da infraestrutura.

As medidas estão em linha com os compromissos assinados pelo Brasil durante a COP 26. A meta do Brasil é reduzir em até 30% as emissões de metano até 2030. Atualmente, o país é o quinto maior emissor do gás.
O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o Brasil poderá, em 10 anos, "eliminar a necessidade de importação de diesel” com o aumento da produção de biometano.
“Isso é muito positivo para o país em termos não só de sustentabilidade, mas principalmente de menos emissões de gás carbônico”, afirmou.

Crédito de metano
O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, afirmou ainda que a proposta também vai estabelecer um mercado de crédito de metano, com objetivo de favorecer quem atuar para a redução da emissão do gás.
“O governo federal está criando o mercado de crédito de carbono e nós agora anunciamos a criação dentro desse mercado de crédito de metano, específico para esses projetos. Será uma receita adicional aos projetos de usinas de biogás e biometano”, afirmou.

Posts Relacionados

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Ministério da Agricultura reconheceu que unidades federativas estão livres da doença

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Estudo coletou amostras de cabelo de 287 indígenas do subgrupo Ninam, e apontou que todos eles vivem sob exposição

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Grupo foi perseguido, torturado e expulso de suas terras – crimes reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

No Brasil, segundo Ministério da Saúde, 13 milhões de pessoas sofrem com alguma condição rara

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Segundo a pasta, distribuição das doses começa a partir da nota técnica que será publicada nesta quarta (27)

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Programa é voltado para alunos de 14 a 24 anos, regularmente matriculados no ensino médio da rede pública

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Maringá (PR), São José do Rio Preto (SP) e Campinas (SP) são as únicas a ter ao menos 99% da população com acesso à água

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Em todo o estado foram 20.547 registros oficiais da doença em SP no ano passado

pt_BRPortuguese