Voltar ao Início

Você está em:

Guedes diz que o país já ‘sacudiu a poeira’ das crises e está ‘pronto para a briga’

'Sim, nós violamos o teto', disse ministro sobre gasto extra com aumento do Auxílio Brasil
Amanda Omura

Amanda Omura

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (3) que a economia brasileira está recuperada dos choques causados pela Covid e pela Guerra da Ucrânia, e que o país está "pronto para outra".

Guedes foi um dos convidados da Expert XP, evento para investidores realizado em São Paulo.

Para o ministro, a subida antecipada de juros no país e as medidas recentes de incentivo fiscal colocam o Brasil à frente de economias desenvolvidas para enfrentar o cenário de desaceleração da economia global.
"Tem muito país que se considera avançado e que não vai aguentar o tranco. O Brasil já sacudiu a poeira e está pronto para a briga de novo, se precisar", disse Guedes.

O ministro afirmou que a queda do desemprego e revisões para cima das projeções do Produto Interno Bruto (PIB) mostram que o país entrou no "ciclo longo de crescimento" enquanto economias desenvolvidas estão saindo desta fase. Guedes, então, pediu que os ouvintes não acreditassem nas "narrativas".
"Olhem os fatos. É o barulho da política que está infernal, porque a democracia brasileira é vibrante e polarizada. A verdade é o seguinte: crescimento econômico subindo, inflação descendo, desemprego descendo, investimentos aumentando. Esses são os fatos. Então, prestem atenção nos fatos e não desanimem", disse.

'Sim, nós violamos o teto'
Guedes negou que os recentes dribles ao teto de gastos para criação do teto de ICMS para combustíveis e a PEC Kamikaze — que amplia o Auxílio Brasil e cria de vouchers para caminhoneiros, por exemplo — signifiquem abandono da responsabilidade fiscal.

Segundo o ministro, os programas estão, daqui até o fim do ano, dentro de "receitas extraordinárias não orçadas".
"Então você fala assim: vocês violaram o teto? A resposta: sim, nós violamos o teto. O teto é para impedir o crescimento do governo, porque nós somos liberais, nós queremos reduzir o peso do governo. Então o teto é para não deixar subir o governo. Aí chega uma doença, tem que transferir dinheiro para as pessoas. Eu estou fazendo o governo crescer? Não, estou dando um auxílio para os mais frágeis, enquanto a doença está aí ou enquanto a guerra da Ucrânia está aí, de forma que eles possam sobreviver", disse.
"Está tudo dentro do princípio de responsabilidade fiscal", acrescentou o ministro. "Não é um dogma. Nós não vamos morrer por um princípio de austeridade, não vamos respeitar o princípio durante um tempo", prosseguiu.
“Nós somos uma geração que pagou pela ‘guerra’. Alguns ficaram sem reajuste de salário. Outros ficaram sem o emprego. Mas o Brasil está em pé.”

Posts Relacionados

Juros mais baixos e alta de emplacamentos: vai ficar mais fácil comprar um carro zero?

Juros mais baixos e alta de emplacamentos: vai ficar mais fácil comprar um carro zero?

Segmento acredita em crescimento de dois dígitos, com juros mais baixos para o financiamento

‘Fantasia não é convite’: veja dicas de proteção e ações contra assédio no carnaval do Rio

‘Fantasia não é convite’: veja dicas de proteção e ações contra assédio no carnaval do Rio

'Período de muita alegria, mas não de abuso. Todas as leis continuam valendo', diz a comandante da Ronda Maria da Penha

Gastos de turistas no Brasil em 2023 superam ano de Copa e chegam a US$ 6,9 bilhões

Gastos de turistas no Brasil em 2023 superam ano de Copa e chegam a US$ 6,9 bilhões

Até então, recorde havia sido registrado em 2014, quando turistas gastaram US$ 6,8 bilhões

Governo quer diferenciar empresas que são boas pagadoras e fixar regras

Governo quer diferenciar empresas que são boas pagadoras e fixar regras

Segundo Barreirinhas, a proposta também buscará mapear as companhias com benefícios fiscais

Salário mínimo com valor reajustado passa a ser pago a partir desta semana

Salário mínimo com valor reajustado passa a ser pago a partir desta semana

Valor de R$ 1.412 começou a valer em janeiro de 2024, mas só será pago agora, em fevereiro

Com Minha Casa, Minha Vida, financiamento imobiliário pelo FGTS cresce 59%

Com Minha Casa, Minha Vida, financiamento imobiliário pelo FGTS cresce 59%

O total de crédito imobiliário somou 251 bilhões de reais em 2023, representando um aumento de 4%

Poder de compra do brasileiro foi corroído quase que pela metade em 10 anos

Poder de compra do brasileiro foi corroído quase que pela metade em 10 anos

Salário teria que quase dobrar para conseguir adquirir a mesma quantidade de itens que em 2013

Imposto de Renda: quem ganha dois salários mínimos voltará a pagar; entenda por quê

Imposto de Renda: quem ganha dois salários mínimos voltará a pagar; entenda por quê

Segundo os auditores, a retomada da cobrança é consequência do reajuste do salário mínimo

pt_BRPortuguese