Voltar ao Início

Você está em:

Americanos sobreviveram a ataques em massa

O ataque nesta semana em Nashville colocou o pequeno grupo de pessoas nos EUA que foram vítimas de vários episódios de violência
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Shaundelle Brooks diz que se preocupa com ataques em massa com armas de fogo toda vez que deixa seu filho Aldane na escola.

Faz apenas cinco anos que ela perdeu seu filho mais velho, Akilah DaSilva, de 23 anos, em um ataque em um restaurante em Nashville.

Nesta semana, um atirador abriu fogo contra os alunos em uma escola cristã particular na cidade e seu filho Aldane foi obrigado a ficar confinado em sua escola secundária nos arredores.
"Meu coração disparou", disse Brooks à emissora americana CNN. "Aqui estamos nós de novo, outro ataque em massa."

Brooks e sua família fazem parte de um pequeno grupo de pessoas nos Estados Unidos que foram vítimas de vários ataques com arma de fogo.

Não há dados sobre quantas pessoas assim existem. Mas, embora os ataques em massa representem uma parcela extremamente pequena do total de incidentes de violência armada nos EUA, seu impacto é profundo.

Para aqueles que testemunharam mais de um caso de violência armada na vida, existe um risco ainda maior de problemas graves de saúde mental, como depressão e transtorno de estresse pós-traumático, explica Robin Gurwitch, psicóloga do Centro Médico da Universidade de Duke.
"Quanto mais exposição temos a eventos traumáticos, mais eles se acumulam", diz.

Em um dia de neve de novembro em Michigan, a estudante do Ensino Médio Emma Riddle teve que correr para salvar sua própria vida depois que um atirador abriu fogo contra seus colegas de classe.

Ela se lembra particularmente de seus pés gelados, pois usava tênis Vans velhos que vestira às pressas naquela manhã.

Durante meses após o ataque de 2021, no qual quatro estudantes morreram, Riddle usou tênis esportivos todos os dias, disse ela, para o caso de ser surpreendida com outra situação semelhante.

Posts Relacionados

G7: líderes de países racham sobre aborto

G7: líderes de países racham sobre aborto

Apoio financeiro à Ucrânia é o principal tema do encontro, na Itália, que tem presença do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Zelensky tem planos para que a Ucrânia entre na Otan já faz tempo, mas com a guerra, perdeu apoio dos países que compõem o grupo

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

A medida ocorreu depois da derrota do partido de Emmanuel Macron para de Le Pen nas eleições do Parlamento Europeu

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Presidente russo afirmou também estar certo de sua vitória na guerra da Ucrânia, mas disse estar aberto a negociações de paz

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

pt_BRPortuguese