Voltar ao Início

Você está em:

EUA diante de possível indiciamento de Donald Trump

Não há informação se o ex-presidente será acusado no caso do pagamento por silêncio de atriz pornô, mas autoridades se preparam
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Autoridades policiais disseram que estão se preparando para eventuais distúrbios relacionados a um possível indiciamento do ex-presidente Donald Trump, que pode ser acusado criminalmente em Nova York ainda nesta semana.

Em lolcalidades como Nova York, Atlanta e Palm Beach, na Flórida, as autoridades estão fazendo seu planejamento para responder a manifestações depois que Trump convocou protestos no fim de semana para se opor ao que ele mesmo chamou de sua prisão iminente.

A imprensa americana aponta que os promotores de Manhattan estão avaliando acusar Trump de falsificação de registros comerciais relacionada a um pagamento clandestino que seu advogado fez à atriz pornô Stormy Daniels em 2016 para que ela não falasse a respeito de um suposto caso extraconjugal que mantinham.

A Justiça de Nova York tenta esclarecer se Trump é culpado de falso testemunho, uma infração, ou de violar a lei sobre financiamento eleitoral, um delito penal.
Com isso, Trump se tornaria o primeiro ex-presidente acusado de um crime. Ele nega qualquer irregularidade e atacou a investigação dizendo que é politicamente motivada.

Um grande júri está examinando a questão, mas nenhuma decisão foi anunciada e ainda não se sabe quando ou se esse comitê irá indiciar Trump.

Apenas alguns poucos simpatizantes do ex-presidente se manifestaram nesta segunda diante do tribunal de Manhattan, onde um grande júri analisa a investigação realizada pelo promotor distrital Alvin Bragg.

Trump afirmou no sábado, por meio de sua rede social Truth Social, que seria "detido" na terça-feira, o que representaria um golpe em sua pré-campanha para tentar uma nova candidatura à Presidência americana em 2024.
"Estamos operando com vazamentos, estamos operando com informação limitada, mas está claro que eles veem o presidente Donald Trump como uma ameaça", disse Gavin Wax, presidente da juventude republicana de Nova York, que convocou o protesto.

Posts Relacionados

G7: líderes de países racham sobre aborto

G7: líderes de países racham sobre aborto

Apoio financeiro à Ucrânia é o principal tema do encontro, na Itália, que tem presença do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Zelensky tem planos para que a Ucrânia entre na Otan já faz tempo, mas com a guerra, perdeu apoio dos países que compõem o grupo

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

A medida ocorreu depois da derrota do partido de Emmanuel Macron para de Le Pen nas eleições do Parlamento Europeu

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Presidente russo afirmou também estar certo de sua vitória na guerra da Ucrânia, mas disse estar aberto a negociações de paz

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

pt_BRPortuguese