Voltar ao Início

Você está em:

Preço do trigo dispara após Rússia ameaçar navios

Rússia diz que, agora, que vai tratar como potencial ameaça qualquer navio que arrisque cruzar o mar negro em direção a Ucrânia
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Os preços do trigo dispararam nos mercados internacionais, depois que a Rússia disse que trataria navios com destino a portos ucranianos como potenciais alvos militares. Nas últimas três noites, forças russas bombardearam as instalações de grãos da Ucrânia e prédios de civis.

Um edifício de três andares foi devorado pelas chamas, na madrugada, em mais um ataque russo na cidade ucraniana de Mykolaiv. Entre os quase 20 feridos, há pelo menos cinco crianças.

Pela terceira noite consecutiva, a violência se abateu também sobre Odessa, onde vários edifícios foram atingidos. O governo ucraniano fala, ainda, em ataques a Sumy, Dnipropetrovsk e Kharkiv onde uma pessoa morreu.

Depois de ter rasgado o acordo para a exportação de grãos da Ucrânia esta semana, a Rússia diz, agora, que vai tratar como potencial ameaça qualquer navio que arrisque cruzar o mar negro.
"Só há uma solução: aumentar o apoio militar à Ucrânia. O que está acontecendo lá é uma situação muito grave. Até agora, pelo menos, o grão não foi exportado, mas não foi destruído”, disse o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrel.

Mais ao sul, o governador pró-russo da região da Crimeia acusou Kiev da morte de um adolescente num ataque com drone na península, anexada ilegalmente em 2014.

Além de prédios, bombardeios russos atingiram armazém de grãos
União Europeia, Ucrânia e países aliados acusam, ainda, a Rússia de ter destruído, nesta quarta-feira(19), de forma deliberada, um armazém localizado no porto.
"Este ataque terrorista prova que o alvo deles não é apenas a Ucrânia”, afirma o presidente Volodimir Zelensky.

A Rússia continua exigindo o fim dos boicotes às próprias exportações agrícolas e deixa uma condição para reativar o acordo.
"Não somos contra, especialmente levando em consideração a importância do acordo pro mercado global de alimentos, para muitos países do mundo. (…) mas todos os princípios previamente acordados da participação da Rússia neste pacto precisam ser cumpridos.", anunciou Vladimir Putin.

Posts Relacionados

G7: líderes de países racham sobre aborto

G7: líderes de países racham sobre aborto

Apoio financeiro à Ucrânia é o principal tema do encontro, na Itália, que tem presença do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Zelensky tem planos para que a Ucrânia entre na Otan já faz tempo, mas com a guerra, perdeu apoio dos países que compõem o grupo

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

A medida ocorreu depois da derrota do partido de Emmanuel Macron para de Le Pen nas eleições do Parlamento Europeu

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Presidente russo afirmou também estar certo de sua vitória na guerra da Ucrânia, mas disse estar aberto a negociações de paz

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

pt_BRPortuguese