Voltar ao Início

Você está em:

Putin confirma interesse em dialogar sobre Ucrânia

Lula vem tentando exercer um papel de mediador entre Rússia e Ucrânia, e já afirmou que quer apresentar uma proposta
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

Em ligação com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o líder russo, Vladimir Putin, disse estar aberto para diálogos sobre a Ucrânia, afirmou nesta sexta-feira (26) o Kremlin.

Na manhã desta sexta-feira, Lula disse em suas redes sociais que, na ligação com Putin, recusou um convite do presidente russo para participar do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, que ocorrerá entre 14 e 17 de junho na cidade russa.

Putin fala sobre Lula em reunião
De acordo com a agência de notícias Tass, do governo da Rússia, Putin estava em uma reunião com membros de um grupo chamado Negócios da Rússia antes de falar com o presidente brasileiro.

O líder russo interrompeu a reunião para falar com Lula. Quando voltou, afirmou que tinha conversado com o presidente brasileiro, que passou uma mensagem às pessoas que estavam na reunião: "Com sua permissão, gostaria de transmitir seus melhores votos de sucesso e prosperidade empresarial a todos os participantes da reunião e à comunidade empresarial da Rússia".

Putin afirmou que o Brasil é o principal parceiro comercial e econômico da Rússia na América Latina. "Na verdade, nosso comércio caiu ligeiramente este ano devido a dificuldades de pagamento, mas, em geral, o potencial é muito bom. No ano passado, o comércio atingiu níveis recordes", afirmou o presidente russo.

Ele, então, falou que a solução para voltar a aumentar o comércio seria simples: mudar para o pagamento em moedas nacionais.

Lula faz relato da conversa
"Conversei agora por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Agradeci a um convite para ir ao Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, e respondi que não posso ir a Rússia nesse momento, mas reiterei a disposição do Brasil, junto com a Índia, Indonésia e China, de conversar com ambos os lados do conflito em busca da paz", disse Lula em publicação nas redes sociais.

Posts Relacionados

G7: líderes de países racham sobre aborto

G7: líderes de países racham sobre aborto

Apoio financeiro à Ucrânia é o principal tema do encontro, na Itália, que tem presença do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Acordo autoriza entrada da Ucrânia na Otan

Zelensky tem planos para que a Ucrânia entre na Otan já faz tempo, mas com a guerra, perdeu apoio dos países que compõem o grupo

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

Por que Macron pode dissolver o Parlamento na França?

A medida ocorreu depois da derrota do partido de Emmanuel Macron para de Le Pen nas eleições do Parlamento Europeu

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Presidente russo afirmou também estar certo de sua vitória na guerra da Ucrânia, mas disse estar aberto a negociações de paz

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

pt_BRPortuguese