Voltar ao Início

Você está em:

Putin diz que Rússia está redirecionando comércio para Brics

Para resistir às sanções, país está tentando estreitar os laços com a Ásia, buscando substituir os mercados que perdeu
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira (22) que o país está no processo de redirecionar seu comércio e suas exportações de petróleo para países do grupo dos Brics de economias emergentes, na esteira de sanções ocidentais devido à guerra na Ucrânia.
Os Brics reúnem Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

O Ocidente impôs sanções abrangentes à Rússia, incluindo restrições às importações de seu petróleo, depois que o Kremlin enviou tropas para a Ucrânia em 24 de fevereiro.

Para resistir às sanções, a Rússia está tentando estreitar os laços com a Ásia, buscando substituir os mercados que perdeu no atrito com a União Europeia e os Estados Unidos.

Em discurso em vídeo para participantes do Fórum Empresarial dos Brics, Putin disse que a Rússia está discutindo o aumento da presença de carros chineses no mercado russo, bem como a abertura de cadeias de supermercados indianos. "Por sua vez, a presença da Rússia nos países do Brics está crescendo. Houve um aumento notável nas exportações de petróleo russo para China e Índia", disse Putin.
Ele também disse que a Rússia está desenvolvendo mecanismos alternativos para operações financeiras internacionais em conjunto com seus parceiros dos Brics.

"O Sistema Russo de Mensagens Financeiras está aberto para conexão com os bancos dos países dos Brics. O sistema russo de pagamentos MIR está expandindo sua presença. Estamos explorando a possibilidade de criar uma moeda de reserva internacional baseada na cesta de moedas dos Brics", afirmou Putin.

Importações de petróleo russo pela China atingem recorde
As importações chinesas de petróleo bruto da Rússia subiram 55% em maio na comparação anual, atingindo nível recorde e tirando a Arábia Saudita da posição de principal fornecedor da China, uma vez que as refinarias lucraram com óleo com descontos em meio às sanções a Moscou por sua invasão da Ucrânia.

Posts Relacionados

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

Gema de ovo é boa para a memória? Sal é vilão? O que ajuda na saúde do cérebro

Gema de ovo é boa para a memória? Sal é vilão? O que ajuda na saúde do cérebro

Peixes gordos, oleaginosas, frutas e vegetais escuros contêm propriedades importantes para o nosso cérebro

Forças de Israel e do Egito trocam tiros em fronteira

Forças de Israel e do Egito trocam tiros em fronteira

Sites locais falam ainda de um soldado egípcio morto. Exército de Israel confirma que houve um "incidente" na fronteira

Acaba mandato de Zelensky, mas continua presidente

Acaba mandato de Zelensky, mas continua presidente

Terminou oficialmente na segunda-feira (20) o mandato do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. Apesar disso, ele seguirá como chefe do Executivo do país. Em guerra

Putin nega planos de invadir Kharkiv, na Ucrânia

Putin nega planos de invadir Kharkiv, na Ucrânia

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira (17) que invadir e conquistar Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia e onde suas tropas têm

pt_BRPortuguese