Voltar ao Início

Você está em:

Putin eleva ameaça ao Ocidente e promete ‘resposta fulminante’

De madrugada, tropas russas bombardearam depósitos de armas enviadas pelos Estados Unidos e por países da Europa
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente russo, Vladimir Putin, advertiu, nesta quarta-feira (27), que qualquer intervenção externa na operação militar lançada pela Rússia na Ucrânia receberá uma "resposta fulminante".
"Se alguém tem a intenção de intervir do exterior nos atuais acontecimentos (da Ucrânia), criando inaceitáveis ameaças de caráter estratégico para nós, deve saber que nossa resposta (…) será fulminante", declarou Putin, em uma sessão no Parlamento russo.

Seu governo, acrescentou, vai recorrer ao seu mais moderno armamento.
"Dispomos das ferramentas para isso, das quais ninguém mais pode ostentar. Nós não faremos alardes, (mas) as usaremos, em caso de necessidade. E quero que todos saibam", prosseguiu.

Putin destacou em várias ocasiões a modernização do armamento russo, com arsenais de mísseis hipersônicos e com o míssil balístico intercontinental Samart, que foi testado com sucesso no início do mês.
Bombardeio
Mais cedo, o Ministério da Defesa da Rússia disse que seus mísseis Kalibr atingiram um depósito de armas na região de Zaporizhzhia, no sul da Ucrânia, que abriga armas dos Estados Unidos e de países europeus.

O ministério informou que sua força aérea destruiu 59 alvos militares ucranianos durante a noite e reforçou que os mísseis "destruíram hangares com um grande lote de armas e munições estrangeiras fornecidas às tropas ucranianas pelos EUA e por países europeus".
Os russos, porém, não apresentaram provas das suas alegações.

A Rússia alertou os Estados Unidos que grandes entregas ocidentais de armas para a Ucrânia estão alimentando o conflito de nove semanas.

Rússia proíbe entrada de quase 300 deputados britânicos
O Ministério russo das Relações Exteriores anunciou nesta quarta-feira (27) que proibiu a entrada de 287 deputados britânicos em represália às sanções impostas pelo Reino Unido contra legisladores russos.

Posts Relacionados

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Temos mais armas nucleares que a Europa toda, diz Putin

Presidente russo afirmou também estar certo de sua vitória na guerra da Ucrânia, mas disse estar aberto a negociações de paz

Eleições no Parlamento Europeu começam

Eleições no Parlamento Europeu começam

A eleição para o Parlamento Europeu é a segunda maior votação do mundo. Espera-se que a participação neste ano seja a maior da história

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Biden tenta reforçar aliança com europeus

Presidente dos EUA chegou a Paris para participar das celebrações pelos 80 anos do Dia D. Ele se reunirá com o rei Charles III

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Claudia Sheinbaum influencia eleições dos EUA

Presidente eleita assumirá o cargo um mês antes do pleito americano. Biden e Trump duelam para controlar a narrativa sobre migrantes

África do Sul tem eleições mais acirradas

África do Sul tem eleições mais acirradas

Serão eleitos 400 deputados nomeados proporcionalmente, indicados por 50 partidos. O novo Parlamento nomeará o próximo presidente

Gema de ovo é boa para a memória? Sal é vilão? O que ajuda na saúde do cérebro

Gema de ovo é boa para a memória? Sal é vilão? O que ajuda na saúde do cérebro

Peixes gordos, oleaginosas, frutas e vegetais escuros contêm propriedades importantes para o nosso cérebro

Forças de Israel e do Egito trocam tiros em fronteira

Forças de Israel e do Egito trocam tiros em fronteira

Sites locais falam ainda de um soldado egípcio morto. Exército de Israel confirma que houve um "incidente" na fronteira

Acaba mandato de Zelensky, mas continua presidente

Acaba mandato de Zelensky, mas continua presidente

Terminou oficialmente na segunda-feira (20) o mandato do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. Apesar disso, ele seguirá como chefe do Executivo do país. Em guerra

pt_BRPortuguese