Voltar ao Início

Você está em:

Mancha de poluição no Rio Tietê aumenta 31% e agora se estende por 160 km

Apesar de a extensão da mancha de poluição no rio ter aumentado, números mostram melhoria na qualidade da água
Amanda Omura

Amanda Omura

A mancha de poluição do Rio Tietê cresceu 31% no último ano, segundo relatório divulgado pela ONG SOS Mata Atlântica: as águas consideradas ruins passaram de 122 km em 2022 para 160 km de extensão em 2023.

O número representa 27,7% dos 576 km monitorados do rio. No ano passado, a mancha já tinha crescido 40% em relação ao ano anterior.

O estudo, divulgado nesta terça-feira (19), apresenta a evolução dos indicadores de qualidade da água na bacia hidrográfica do rio Tietê, o maior rio do estado de São Paulo, com 1,1 mil quilômetros de extensão, com base nos dados do monitoramento mensal realizado por grupos voluntários integrantes do programa Observando os Rios.

A bacia do rio Tietê abrange 265 municípios, numa área total de 9.172.066 hectares, com 79% do seu território inseridos no bioma Mata Atlântica (7.227.066 hectares) e, o restante, no Cerrado.

Segundo a SOS, um dos fatores que podem explicar a situação é a questão climática: "O regime de chuvas está cada vez menos regular, com interferência direta nas vazões do rio e no volume de água nos reservatórios da bacia hidrográfica. O período de seca resulta na concentração de poluentes e nutrientes que comprometem a qualidade da água; e, ao mesmo tempo, temporais acarretam o carreamento de cargas difusas de poluição", aponta o documento.

"Ainda elencando possíveis motivos para o aumento na mancha de poluição, há de se ressaltar o grande número de pessoas que não têm acesso à moradia digna e que, portanto, obviamente, também não estão ligadas ao sistema de tratamento de esgoto".

Qualidade das águas das bacias do Alto e Médio Tietê
A SOS Mata Atlântica apontou que a qualidade da água classificada como boa nas bacias do Alto e Médio Tietê caiu de 16,2% para 10,8%, apesar de os trechos considerado ruim e péssimo também terem diminuído.

Segundo a entidade, em 2022, 13,5% da água das bacias era considerada de qualidade péssima. Em 2023, houve melhora, e o número passou para 8,1%. A dinâmica também foi observada na água considerada ruim: de 16,2% em 2022 para 13,5% em 2023.

Enquanto isso, os trechos do rio considerados como tendo qualidade de água regular subiram de 54,1% para 67,6%.

Posts Relacionados

Rio proíbe uso de celulares nas escolas até no recreio; veja exceções

Rio proíbe uso de celulares nas escolas até no recreio; veja exceções

A medida veio depois de uma consulta pública, aberta em dezembro, em que 83% concordaram com a restrição

Um terço dos eleitores do RJ ainda não tem biometria cadastrada; prazo vai até maio

Um terço dos eleitores do RJ ainda não tem biometria cadastrada; prazo vai até maio

TRE-RJ quer cadastrar cerca de 4,4 milhões de eleitores até eleições municipais. Total representa 34,15% do eleitorado do estado

Entenda por que tem mais dengue com o El Niño e por que a situação pode piorar

Entenda por que tem mais dengue com o El Niño e por que a situação pode piorar

É esperado um pico da epidemia para o final de março e começo de abril, o que gera uma 'perspectiva grande de piorar o quadro'

Ambev começa credenciamento de ambulantes para trabalhar no carnaval

Ambev começa credenciamento de ambulantes para trabalhar no carnaval

Segundo a empresas, podem se inscrever somente pessoas maiores de 18 e que possuam residência no município de São Paulo

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento

Celular Seguro ultrapassa 12 mil alertas de roubo ou perda um mês após lançamento

O principal motivo de bloqueio foi roubo (5.496 ocorrências), seguido de furto (3.965), perda (2.549) e outros (601)

Mais de um terço dos municípios têm moradores em áreas de risco de desastres

Mais de um terço dos municípios têm moradores em áreas de risco de desastres

Documento de ministérios do governo federal identificou 1.942 cidades com regiões suscetíveis a deslizamentos, enxurradas e inundações

Leilão da Receita tem carro por R$ 15 mil e celulares por R$ 500; veja como participar

Leilão da Receita tem carro por R$ 15 mil e celulares por R$ 500; veja como participar

As propostas de valor para o leilão podem ser feitas até as 21h do dia 29 de janeiro, e a sessão pública para lances ocorre

Cultura e saúde mental: para 54%, atividades culturais são a principal fonte de bem-estar

Cultura e saúde mental: para 54%, atividades culturais são a principal fonte de bem-estar

Pesquisa mostrou que 42% das pessoas passaram por problemas de saúde mental no último ano

pt_BRPortuguese