Voltar ao Início

Você está em:

Manual de sobrevivência para o carnaval: veja cuidados para evitar ressaca

Em tempos de carnaval, nada melhor do que curtir a folia ao máximo. Mas você pensa na sua saúde enquanto aproveita?
Amanda Omura

Amanda Omura

Você é daqueles que aproveita o carnaval do começo ao fim e já acorda com o glitter no rosto, pronto para o próximo bloco? Ou prefere ir com calma, uma cerveja por vez, sempre acompanhada de uma água gelada?

O carnaval é para a gente se jogar mesmo. Mas, para ser só alegria, especialistas fazem algumas recomendações para evitar problemas.

Insolação
Em um tempo de exposição considerado curto, de até três horas, quando há hidratação constante, os riscos são relativamente pequenos.

Mas, nos blocos de carnaval, onde a exposição ao sol costuma ser constante, por muitas horas e, geralmente, no horário de pico do sol, os riscos à saúde aumentam.

Caroline Semerdjian, dermatologista do Hospital 9 de Julho, em São Paulo, alerta que, nesses casos, em um período de 40 minutos a uma hora, a queimadura já pode acontecer, caso não haja uma proteção solar adequada.

Além de poder provocar queimaduras na pele, a insolação tem sintomas como:
Tontura;
Mal-estar;
Vertigem;
Fadiga;
Dor de cabeça;
Dificuldade de concentração;
Desmaio.

A insolação pode ser combinada também com um quadro de desidratação.

Como se prevenir da insolação?
Os especialistas indicam que as principais medidas para evitar a insolação são:
Se hidratar constantemente, seja com água, sucos ou isotônico. A ingestão de líquidos evita a desidratação e minimiza os efeitos de uma possível isolação.
Atenção: bebidas alcóolicas não são indicadas para se hidratar;
Usar roupas leves, que não apertem o corpo;
Utilizar chapéu ou boné. Proteger a cabeça é essencial para evitar o superaquecimento do corpo, além de evitar queimaduras no couro cabeludo e bloquear parcialmente a radiação solar;
Passar protetor solar. É importante aplicar antes de sair de casa e, idealmente, levar para que, ao longo do dia, possa ser reaplicado em um intervalo de aproximadamente três horas;

Nos momentos mais quentes do dia ao longo do carnaval, tentar permanecer na sombra, ou em locais menos abertos.

Desidratação
Assim como a insolação, a desidratação é outro problema causado pela exposição constante ao sol e ao calor.

Ela pode estar associada a um quadro de insolação, tendo sintomas bastante semelhantes aos listados acima. A perda da coordenação motora também é algo comum em quem começa a desidratar.

O professor e chefe da disciplina de neurocirurgia da Unifesp, Feres Chaddad, pontua que a combinação com a grande ingestão de álcool que normalmente acontece no carnaval pode agravar ainda mais um cenário de desidratação.

"Quando o indivíduo ingere álcool, ele acelera o processo de desidratação. A bebida potencializa esse efeito do calor e ainda contribui para a perda de coordenação motora", explica.

Posts Relacionados

Vermelhidão, ressecamento, lesões e coceira: pode ser dermatite atópica

Vermelhidão, ressecamento, lesões e coceira: pode ser dermatite atópica

A dermatite atópica também é conhecida como eczema atópico. De origem grega, o termo significa pele que ferve

Por que algumas pessoas se sentem cansadas o tempo todo?

Por que algumas pessoas se sentem cansadas o tempo todo?

Para algumas pessoas, não importa quanto tempo durmam, elas ainda se sentem cansadas e com pouca energia. Por quê?

Manual de sobrevivência para o carnaval: veja cuidados para evitar ressaca

Manual de sobrevivência para o carnaval: veja cuidados para evitar ressaca

Em tempos de carnaval, nada melhor do que curtir a folia ao máximo. Mas você pensa na sua saúde enquanto aproveita?

O que acontece com corpo quando se para de tomar café

O que acontece com corpo quando se para de tomar café

Costuma causar dor de cabeça, mas também melhora o humor, o sistema gastrointestinal e até a aparência

Dengue: quais são os sintomas e quando é hora de buscar um hospital

Dengue: quais são os sintomas e quando é hora de buscar um hospital

Brasil registrou explosão no número de casos de dengue nas duas primeiras semanas deste ano, com 55.859 casos prováveis

Colágeno: quais os efeitos reais do suplemento na pele?

Colágeno: quais os efeitos reais do suplemento na pele?

Apesar de ser um suplemento popular, o colágeno ainda carece de boas evidências científicas que respaldem o principal benefício

Por que devemos investir no consumo de frutas, legumes e verduras

Por que devemos investir no consumo de frutas, legumes e verduras

Alimentos contêm substâncias bioativas que ajudam no nosso metabolismo. Quanto mais colorido o prato, melhor

Os riscos de energéticos pré-treino com cafeína, que prometem resultado rápido

Os riscos de energéticos pré-treino com cafeína, que prometem resultado rápido

Vendidos em cápsulas ou como bebidas, os pré-treinos são turbinados com cafeína e vendidos sem prescrição médica

pt_BRPortuguese