Voltar ao Início

Você está em:

Milei escolhe ministro da Economia

O nome escolhido pelo presidente eleito foi o de Luis Caputo, que comandou o BC na época do ex-presidente Mauricio Macri
Amanda Omura

Amanda Omura

Após fazer mistério nas eleições sobre quem seria ministro da Economia, o presidente eleito da Argentina, Javier Milei, escolheu um ex-presidente do Banco Central do país e com perfil de mercado para assumir a pasta.

O nome escolhido pelo presidente eleito foi o de Luis Caputo, que comandou o BC na época do ex-presidente Mauricio Macri. Caputo é próximo a Macri, que foi considerado essencial para a eleição de Milei e vem sendo apontado como crucial para articular apoios no Congresso ao novo presidente.

Milei, que visitou os Estados Unidos, disse nesta quarta-feira (29) que as propostas apresentadas por Caputo para resolver problemas econômicos do país - como a inflação na casa dos 140% foram bem recebidas nos EUA.

Segundo o presidente eleito, Caputo, que participou de sua comitiva, recebeu “uma resposta extraordinariamente favorável” às propostas apresentadas durante reuniões com integrantes ​​do Tesouro norte-americano.

Caputo chefiou a pasta da Economia entre 2015 e 2019, durante o governo do conservador Mauricio Macri. É apontado pela imprensa argentina como bastante próximo do mercado, principalmente o dos Estados Unidos, e com relação próxima com o Fundo Monetário Internacional (FMI).
Ele chegou a visitar a sede do FMI em Washington durante a viagem aos EUA.

Ele deverá assumir a tarefa de garantir a chegada dos recursos necessários para enfrentar o déficit fiscal, um dos problemas mais graves na Argentina atualmente.

Ainda sob a gestão de Macri, Caputo trocou a pasta de Economia pela presidência do Banco Central, instituição que Milei diz que pretende fechar por considerar responsável pela emissão monetária descontrolada e pela inflação superior a 142% ao ano.

Embaixada seguirá com peronista
Milei também decidiu manter à frente da Embaixada da Argentina no Brasil o atual embaixador, Daniel Scioli, que é peronista.

Pelo menos dois veículos de imprensa da Argentina afirmam que Scioli, que é um político peronista (portanto um adversário de Milei) deverá seguir em Brasil, o “La Nación” e o “Todo Notícias”.

Posts Relacionados

El Salvador se consolida como regime de partido único

El Salvador se consolida como regime de partido único

Apesar da alta popularidade, presidente concentra poderes e anuncia a pulverização da oposição, com controle de 58 das 60 cadeiras

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

Mark Zuckerberg pediu desculpas a familiares de crianças e adolescentes afetadas por conteúdos de exploração sexual infantil

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores pressionam governo para recuperar danos causados pela inflação e a guerra, além de políticas prejudiciais ao setor

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Ato foi convocado pela maior central sindical do país e tem adesão de funcionários de bancos, comércio, setor bancário e caminhoneiros

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Única desafiante ao ex-presidente na disputa republicana, ex-embaixadora da ONU passa a criticá-lo, para tentar reduzir a vantagem dele

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Nesta semana, Paquistão disse que bombardeou base de grupo separatista em território iraniano, um dia após dizer ter sido atacado Irã

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Aliança militar do Ocidente convoca 90 mil soldados de países membros e da Suécia para primeiro exercício militar de 2024

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Conflitos se espalham pelo Oriente Médio

Israel combate o Hamas e o Hezbollah, aliados do Irã, que apoia também os Houthis, grupo rebelde do Iêmen que ataca navios

pt_BRPortuguese