Voltar ao Início

Você está em:

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Segundo a pasta, distribuição das doses começa a partir da nota técnica que será publicada nesta quarta (27)
Amanda Omura

Amanda Omura

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (27) que mais 154 municípios receberão a vacina contra a dengue. Na primeira etapa, 521 cidades haviam sido selecionadas para aplicar o imunizante. Na ocasião, o ministério determinou que fossem incluídas as cidades com mais de 100 mil habitantes e os munícipios vizinhos com casos de dengue tipo 2.

A lista com os municípios ainda não foi divulgada pelo ministério.

As 154 cidades estão localizadas em 11 Regiões de Saúde, que são formadas por municípios fronteiriços que compartilham redes de comunicação e infraestrutura de transportes. A finalidade dessas regiões é integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde.

Confira abaixo a lista das Regiões de Saúde, que ficam em seis estados, que receberão nova remessa de vacinas:
Central – ES
Betim – MG
Uberaba – MG
Uberlândia/Araguari – MG
Recife – PE
Apucarana – PR
Grande Florianópolis – SC
Aquífero Guarani – SP
Região Metropolitana de Campinas – SP
São José do Rio Preto – SP
São Paulo – SP

Redistribuição de doses
Segundo o ministério, há 668 mil doses que vencerão em 30 de abril, 523 mil em junho e 84 mil em julho. Para evitar que essas doses sejam inutilizadas, a pasta determinou a redistribuição dos imunizantes.

“Não podemos deixar essas doses vencerem. Diante disso, o Ministério trouxe uma solução: redistribuir, dentro das unidades federadas, ou seja, dentro dos estados, para municípios que ainda não foram contemplados”, disse Éder Gatti, diretor do Departamento do Programa Nacional de Imunização (DPNI).

O remanejamento das doses próximas do vencimento para municípios dentro dos próprios estados será detalhado em uma nota técnica do ministério.

Como todas as cidades do Mato Grosso do Sul já haviam sido contempladas e o Distrito Federal não tem municípios para onde redistribuir internamente, o excedente dessas duas unidades será enviado para o Amapá.

Além dessas doses, o ministério recebeu uma nova remessa de 930 mil doses da vacina Qdenga. Elas serão distribuídas para os 521 municípios já selecionados e para as 154 cidades adicionadas.

Posts Relacionados

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Febre aftosa: 16 estados do Brasil e o DF não precisam mais vacinar bovinos contra a doença

Ministério da Agricultura reconheceu que unidades federativas estão livres da doença

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Em 9 comunidades Yanomami, 94% dos indígenas têm alto nível de contaminação por mercúrio

Estudo coletou amostras de cabelo de 287 indígenas do subgrupo Ninam, e apontou que todos eles vivem sob exposição

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Comissão de Anistia concede 1ª reparação coletiva, e Brasil pede desculpas a indígenas

Grupo foi perseguido, torturado e expulso de suas terras – crimes reconhecidos pela Comissão Nacional da Verdade

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

Pacientes buscam assistência jurídica para receber tratamento pelo SUS

No Brasil, segundo Ministério da Saúde, 13 milhões de pessoas sofrem com alguma condição rara

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Ministério da Saúde amplia vacinação da dengue para mais 154 cidades

Segundo a pasta, distribuição das doses começa a partir da nota técnica que será publicada nesta quarta (27)

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Pé-de-Meia: alunos do ensino médio já podem consultar se foram contemplados

Programa é voltado para alunos de 14 a 24 anos, regularmente matriculados no ensino médio da rede pública

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Só 3 das 100 cidades mais populosas do país universalizaram saneamento básico

Maringá (PR), São José do Rio Preto (SP) e Campinas (SP) são as únicas a ter ao menos 99% da população com acesso à água

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Casos de tuberculose crescem quase 10% na cidade de SP; alta no estado foi de 7,1%

Em todo o estado foram 20.547 registros oficiais da doença em SP no ano passado

pt_BRPortuguese