Voltar ao Início

Você está em:

No verão a pele exige mais cuidados: veja como se proteger melhor

Ao passar muito tempo no sol, a pele geralmente fica avermelhada e exige atenção, pois já pode ser considerada queimadura
Amanda Omura

Amanda Omura

Durante o mês de julho, que ainda é considerado o mês oficial das férias , eventos e atividades ao ar livre aumentam e os balneários e clubes entram na rota dos finais de semana com mais frequência.
Por conta disso, o aumento da exposição ao sol também é maior e a pele exige cuidados especiais.

De acordo com a dermatologista Yandra Einecke, é preciso utilizar alguns acessórios para ajudar na proteção.

“Algumas dicas são imprescindíveis para esse período de altas temperaturas. Usar protetor solar de 2 em 2 horas, diariamente, blusas com fator de proteção solar, chapéu e boné e óculos escuros, como forma de barreira física de proteção; ingerir bastante líquido para não desidratar”, orienta.
Ela explica que a exposição ao sol precisa ter um limite de horário, em especial, quando o desejo é ter um bronzeado bonito. “Todos deveriam restringir a exposição solar no período de 10h a 17h , pois é o período de maior incidência de radiação UV-A”, alertou.

Então, se você deseja pegar um bronzeado, sem queimaduras e sem muitas sequelas do sol, o ideal é se expor ao sol por apenas 20-30 minutos no período de antes das 10h manhã ou após as 17h. E sempre usar protetor solar no rosto e no corpo.

“Queimado de sol”
Ao passar muito tempo no sol, a pele geralmente fica avermelhada e exige atenção, pois já pode ser considerada queimadura de 1º grau. Nos casos mais graves podem ter até bolhas e é perceptível quando a pele fica descascando. “Nesses casos, o ideal é passar bastante hidratante, usar pomadas de assadura nas áreas mais graves e caprichar na hidratação oral”, orienta Einecke

Cuidado com a pele dos pequeninos nas férias
A dermatologista chama atenção dos pais quando o assunto é pele de criança. “As crianças precisam de mais atenção em relação a hidratação, pois não costumam lembrar de tomar água”, ressalta.

Todas as crianças a partir de dois anos de idade podem usar protetor, além disso existe protetor solar infantil, que não arde nos olhos. Evite também com contato com alimentos como limão e exposição solar, pois podem ocasionar queimadura.

Posts Relacionados

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

Por que o álcool é tão perigoso para o cérebro dos jovens

O álcool é uma toxina. Seus riscos incluem acidentes, doenças do fígado e muitos tipos de câncer, até em pequenas quantidades

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

Candidíase em homens: como surge a infecção que causa coceira e manchas

A 'Candida albicans' é um tipo de fungo que normalmente coexiste em equilíbrio na microbiota humana, e faz parte do corpo

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Cosméticos: quais substâncias nossa pele consegue ou não absorver

Marketing traz apelo de várias substâncias com promessas de resultados, mas nem tudo é absorvido pela pele

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

A teoria do ‘útero errante’ que deu origem ao ultrapassado conceito de histeria

Esta crença existiu há mais de 2,4 mil anos, mas o paradigma sobre como o suposto 'animal' afetava o corpo se manteve

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Psicóloga incentiva adultos a cuidarem de sua criança interior para superar traumas

Com mais de 8 milhões de seguidores, Nicole Lepera fala sobre como os traumas influenciam a vida adulta em vídeos

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Álcool, cravo e óleo de citronela: os repelentes caseiros funcionam contra a dengue?

Sem comprovação de eficácia, produtos não são aprovados pela Anvisa e podem causar alergias em contato com a pele

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

O que a maior revisão de estudos sobre comidas ultraprocessadas revelou

Ultraprocessados, como cereais matinais e refrigerantes, foram associados a 32 efeitos prejudiciais à saúde

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Procrastinação: por que algumas pessoas “enrolam” mais do que as outras?

Por que adiamos declaração de imposto de renda ou fazer faxina? Por que algumas pessoas "enrolam" mais do que as outras?

pt_BRPortuguese