Voltar ao Início

Você está em:

O que querem republicanos que bloqueiam a Câmara?

Grupo de 20 radicais chamados também de 'talibãs' legislativos bloqueia há três dias a escolha do presidente da Casa
Amanda Omura

Amanda Omura

Apelidados de talibãs, 20 republicanos sequestraram a Câmara de Representantes dos Estados Unidos ao bloquearem a eleição do líder da maioria, Kevin McCarthy, impedindo que ele alcance os 218 votos necessários para se tornar o presidente da Casa.
Em seis votações, essa minoria radical do partido empurrou o líder para o limbo e impôs a desordem na estreia da legislatura.

O grupo rebelde expõe sem pudor a realidade disfuncional do partido e se alinha ao House Freedom Caucus, a sua ala mais extremista, criada em 2015 com o slogan “Washington não nos representa”. O grupo antissistema é moldado no Tea Party, que em 2010 também levou o partido a uma guerra interna e à derrota do então presidente da Câmara, John Boehner.

Seu objetivo? Angariar mais poder para mudar a forma como a Câmara opera e os projetos são encaminhados: na sua ótica a hierarquia tem que começar de baixo, fortalecendo a estrutura dos comitês legislativos.
Os dissidentes de extrema direita pregam ainda o reforço da fronteira dos EUA com o México, o corte de fundos, a eliminação de impostos federais sobre a renda e a sua substituição por tributos sobre o consumo.

Neste sentido, Kevin McCarthy é considerado por eles um representante leal ao sistema que rejeitam. Um levantamento publicado pelo jornal “The New York Times” revela, sem surpresa, a lealdade do grupo a Donald Trump. Quinze dos 20 foram apoiados pelo ex-presidente nas eleições de meio de mandato. A grande maioria reverbera a tese de que a vitória de Joe Biden, em 2020, foi roubada.

O ex-presidente, contudo, manifestou apoio a McCarthy e ao fim do caos, após ele ter sido derrotado em três rodadas de votação. Os radicais não lhe deram ouvidos e prosseguiram com o desafio, num indício de que Trump pode também estar perdendo sua área de influência.

A campanha “Never Kevin” (Nunca Kevin) começou com cinco fervorosos opositores de McCarthy, entre eles os congressistas Matt Gaetz, da Flórida, e Andy Biggs, do Arizona. Foi ampliada para 20, embora nem todos os integrantes do original Freedom Caucus sejam contrários a McCarthy.

Posts Relacionados

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

A profundidade do terremoto, de acordo com a USGS, foi de 5 quilômetros abaixo da superfície -- uma profundidade considerada baixa

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Ele também afirmou que apoiar a Ucrânia é importante porque os russos estão recebendo ajuda para aumentar sua indústria de defesa

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

O primeiro-ministro de Israel é pressionado pela antecipação de eleições gerais e pela crise deflagrada em sua coligação extremista

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

A Guarda Revolucionária do Irã anunciou que sete de seus membros, entre eles três comandantes, morreram no bombardeio

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Os Estados Unidos optaram por jogar caixas de aviões porque há dificuldades para entrar com caminhões na Faixa de Gaza

Rússia e China vetam proposta dos EUA de cessar-fogo

Rússia e China vetam proposta dos EUA de cessar-fogo

Ao justificar seu voto, o embaixador da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia, acusou os Estados Unidos de falsas promessas

Regime cubano tenta aplacar a ira da população

Regime cubano tenta aplacar a ira da população

As manifestações populares foram contidas pela repressão policial, em sincronia com o bloqueio imediato do serviço de internet

O que esperar do triunfo eleitoral de Putin?

O que esperar do triunfo eleitoral de Putin?

Presidente russo usará reeleição com supostos 87,2% dos votos como demonstração da unidade nacional para prolongar guerra

pt_BRPortuguese