Voltar ao Início

Você está em:

Países alinhados a Israel tiraram cidadãos de Gaza

A primeira lista de estrangeiros autorizados a sair da Faixa de Gaza) foi composta apenas por cidadãos de países alinhados a Israel
Amanda Omura

Amanda Omura

A primeira lista de estrangeiros autorizados a sair da Faixa de Gaza nesta quarta-feira (1º) foi composta apenas por cidadãos de países alinhados a Israel. Mesmo assim, os Estados Unidos – principal aliado israelense – ficaram de fora.

Diplomatas brasileiros disseram que receberam a informação de que uma nova lista pode ser divulgada nos próximos dois dias. O Brasil intensificou as negociações para que os mais de 30 brasileiros que querem deixar a Faixa de Gaza recebam essa autorização.

O embaixador do Brasil no Egito, Paulino de Carvalho Neto, afirmou que a expectativa é de que os brasileiros sejam autorizados a atravessar a fronteira para o Egito até esta sexta-feira (2).

Segundo esses diplomatas, a primeira lista mostrou a preferência de Israel neste momento – de, primeiro, resgatar os cidadãos de seus aliados no conflito contra o Hamas.

Assim como o Brasil, o restante da América Latina também ficou de fora da lista. O mesmo aconteceu com a África. E dos países árabes, apenas a Jordânia conseguiu tirar cidadãos.

Os Estados Unidos devem ser incluídos no próximo lote. O Brasil já começou a intensificar as tratativas com Israel e Egito para garantir que os brasileiros também deixem a região do conflito.

A primeira lista divulgada nesta quarta incluiu nacionais de Austrália, Áustria, Bulgária, Finlândia, Indonésia, Jordânia, Japão, República Tcheca. Além deles, funcionários da Cruz Vermelha e ONGs.

Os diplomatas brasileiros têm dado total apoio ao grupo de brasileiros que está na Faixa de Gaza e deseja sair da região.

Além de alugar hospedagem para eles no Sul de Gaza, região menos atingida pelo conflito até aqui, o governo tem fornecido alimentos, água e medicamentos até que eles sejam autorizados a deixar o Oriente Médio.

A Embaixada do Brasil na Palestina monitora a situação de 34 pessoas que pediram auxílio para deixar a Faixa de Gaza. O grupo é composto por 24 brasileiros e 10 palestinos que estão em processo ou darão início à imigração ao Brasil.

Posts Relacionados

Tribunal dos EUA nega imunidade a Donald Trump

Tribunal dos EUA nega imunidade a Donald Trump

Corte de Apelações rejeitou pedido de advogados do ex-presidente de que ele gozava de proteção legal porque era presidente à época

El Salvador se consolida como regime de partido único

El Salvador se consolida como regime de partido único

Apesar da alta popularidade, presidente concentra poderes e anuncia a pulverização da oposição, com controle de 58 das 60 cadeiras

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

EUA discute sobre a responsabilização das big techs

Mark Zuckerberg pediu desculpas a familiares de crianças e adolescentes afetadas por conteúdos de exploração sexual infantil

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores impõem ‘cerco’ a Paris em protesto

Agricultores pressionam governo para recuperar danos causados pela inflação e a guerra, além de políticas prejudiciais ao setor

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Começa paralisação na Argentina contra Milei

Ato foi convocado pela maior central sindical do país e tem adesão de funcionários de bancos, comércio, setor bancário e caminhoneiros

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Nikki Haley parte para o tudo ou nada contra Trump

Única desafiante ao ex-presidente na disputa republicana, ex-embaixadora da ONU passa a criticá-lo, para tentar reduzir a vantagem dele

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Irã e Paquistão abrem diálogo por crise no Oriente

Nesta semana, Paquistão disse que bombardeou base de grupo separatista em território iraniano, um dia após dizer ter sido atacado Irã

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Otan convoca 90 mil soldados para exercício militar

Aliança militar do Ocidente convoca 90 mil soldados de países membros e da Suécia para primeiro exercício militar de 2024

pt_BRPortuguese