Voltar ao Início

Você está em:

Papa Bento XVI pede perdão por ‘abusos’ e ‘erros’ do clero

Papa foi acusado recentemente de ter acobertado casos de pedofilia de padres
Amanda Omura

Amanda Omura

O papa emérito Bento XVI, que recentemente foi acusado de ter acobertado casos de pedofilia na época em que era arcebispo, divulgou uma carta nesta terça-feira (8) em que pede perdão por "abusos" e "erros" do clero e afirmou que está pronto para enfrentar "o juiz final da minha vida".
Bento XVI, que renunciou ao papado em 2013 e está com 94 anos, disse no documento que foi "profundamente prejudicial" ter sido rotulado de mentiroso por causa da sua omissão sobre os abusos, mas que reconhece os "erros ocorridos".
Um relatório independente publicado em 20 de janeiro deste ano afirma que o então arcebispo Joseph Ratzinger teria acobertado quatro casos de pedofilia na Alemanha mais de 20 anos antes de se tornar o líder da Igreja Católica.
Os abusos aconteceram quando Bento XVI ainda era arcebispo de Munique, e o documento diz que padres pedófilos continuaram na Igreja e Ratzinger não impôs nenhuma restrição explícita às atividades deles nem iniciou qualquer processo interno de investigação.
O relatório também afirma que Ratzinger não teve interesse em falar com as vítimas ou cuidar delas e o máximo que fez foi transferir um dos pedófilos, mas o padre abusador continuou trabalhando na pastoral.
Quatro dias após a divulgação do relatório, Bento XVI admitiu que participou de uma reunião em janeiro de 1980 sobre um dos padres acusados de abuso sexual de menores.
Em um comunicado, Bento XVI mudou uma declaração anterior, em que dizia que não tinha participado do encontro, e pediu desculpas.

Posts Relacionados

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

Terremoto de 4,8 de magnitude atinge Nova York

A profundidade do terremoto, de acordo com a USGS, foi de 5 quilômetros abaixo da superfície -- uma profundidade considerada baixa

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Blinken diz que Ucrânia vai ser membro da Otan

Ele também afirmou que apoiar a Ucrânia é importante porque os russos estão recebendo ajuda para aumentar sua indústria de defesa

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

Pressionado, Netanyahu endurece o discurso

O primeiro-ministro de Israel é pressionado pela antecipação de eleições gerais e pela crise deflagrada em sua coligação extremista

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

Ataque destrói consulado iraniano na Síria

A Guarda Revolucionária do Irã anunciou que sete de seus membros, entre eles três comandantes, morreram no bombardeio

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Na Faixa de Gaza, 12 pessoas morrem afogadas

Os Estados Unidos optaram por jogar caixas de aviões porque há dificuldades para entrar com caminhões na Faixa de Gaza

Rússia e China vetam proposta dos EUA de cessar-fogo

Rússia e China vetam proposta dos EUA de cessar-fogo

Ao justificar seu voto, o embaixador da Rússia na ONU, Vassily Nebenzia, acusou os Estados Unidos de falsas promessas

Regime cubano tenta aplacar a ira da população

Regime cubano tenta aplacar a ira da população

As manifestações populares foram contidas pela repressão policial, em sincronia com o bloqueio imediato do serviço de internet

O que esperar do triunfo eleitoral de Putin?

O que esperar do triunfo eleitoral de Putin?

Presidente russo usará reeleição com supostos 87,2% dos votos como demonstração da unidade nacional para prolongar guerra

pt_BRPortuguese