Voltar ao Início

Você está em:

Pesquisa aponta que RJ pode economizar até R$ 37 bilhões com concessões da Cedae

Estudo do Instituto Trata Brasil analisou os investimentos que serão feitos nos próximos 30 anos
Amanda Omura

Amanda Omura

Uma pesquisa feita pelo Instituto Trata Brasil apontou que o Governo do Estado do Rio de Janeiro pode economizar até R$ 37 bilhões em ganhos indiretos com concessões da Cedae, nos próximos 30 anos.

O estudo levou em consideração as metas com o saneamento básico que estão estipuladas no contrato de concessão das empresas responsáveis pelos blocos 1 e 4. Ao todo, 27 municípios fazem parte dos dois blocos, onde vivem aproximadamente 10 milhões de pessoas.

Para chegar ao valor total que pode ser economizado, a pesquisa do Trata Brasil considerou a redução de internações hospitalares, novas receitas de turismo e produtividade dos trabalhadores.

"A condição inicial é o cumprimento das metas do contrato que sejam realizados os investimentos para atender essa população que hoje não tem acesso a água (…) Atendendo essas metas e investindo os recursos para chegar água e tratar o esgoto é praticamente certo que esses ganhos vão chegar à sociedade carioca", disse Fernando Garcia de Freitas, pesquisador do Trata Brasil.

Economia de mais de R$ 100 milhões na Saúde
Só no setor da Saúde, o RJ pode economizar cerca de R$ 101 milhões com os investimentos que serão feitos nos próximos 30 anos pelas concessionárias que venceram o leilão da Cedae.

Para concluir todas as obras de água e esgoto que estão previstas, será preciso contratar 36 mil trabalhadores.

Com menos problemas de saúde provocados pela falta de saneamento básico, o estudo considera que a produtividade dos trabalhadores dessa região será maior e representará um ganho de R$ 142 milhões.

Já no Turismo, a despoluição de alguns dos principais cartões postais do Rio, como a Baia de Guanabara, por exemplo, pode impulsionar o setor. Os responsáveis pelo estudo preveem uma receita extra de R$ 33 milhões por ano até 2056.

Agência reguladora terá papel fundamental
Para que essas previsões se confirmem, será preciso que a Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) monitore com atenção o cumprimento dos contratos.

Especialistas ouvidos pelo RJ2 estão preocupados com a capacidade da agência cumprir o seu papel.
Atualmente a Agenersa conta com apenas 84 funcionários. Desse total, apenas 15 fiscalizam as concessionárias.

O Governo do Estado autorizou a realização de um concurso público para a contratação de mais 50 trabalhadores, número que ainda não é considerado suficiente para a função.

Além do número inadequado para a fiscalização, os especialistas ainda alertaram para a presença do delegado de polícia Rafael Carvalho de Menezes, como presidente da Agenersa. Segundo os entrevistados, ele não tem experiência no setor.
"O problema é que a agência não está preparada tecnicamente e nem com capacidade de funcionamento para regular esses novos processos de concessão", comentou Luís Edmundo Horta, especialista em recursos hídricos.

Posts Relacionados

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Autuações da Receita Federal batem recorde e somam R$ 225 bilhões em 2023

Valor é 65% maior que o volume de autuações de 2022 e coincide com esforço por maior arrecadação

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

De olho na popularidade, Lula prepara obras do PAC com foco na população de baixa renda

Governo quer aprovar medidas econômicas, como a criação de uma linha de crédito para CadÚnico

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

Supermercados propõe que sejam desonerados na cesta básica foie gras, bacalhau e trufas

A discussão sobre quais produtos serão contemplados com quais benefícios ainda não foi feita

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Governo estuda medidas para custear parte das tarifas e reduzir conta de luz dos consumidores

Segundo o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, três sugestões foram levantadas

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Criação de empregos formais soma 306 mil em fevereiro, com aumento de 21,2%

Expectativa do governo é de que cerca de 43 mil famílias sejam beneficiadas pela medida

Imposto de Renda 2024: sou MEI, como faço minha declaração?

Imposto de Renda 2024: sou MEI, como faço minha declaração?

MEIs precisam fazer duas declarações diferentes: a tradicional e o faturamento da empresa

Desenrola: Correios e a Serasa promovem megafeirão de renegociação nesta quinta

Desenrola: Correios e a Serasa promovem megafeirão de renegociação nesta quinta

Segundo a Fazenda, mais de 12,2 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo Desenrola Brasil

Governo atrasa, e Haddad diz que reforma do Imposto de Renda será feita em etapas

Governo atrasa, e Haddad diz que reforma do Imposto de Renda será feita em etapas

Quando foi promulgada a reforma, Congresso estipulou 90 dias para apresentação de reforma do IR

pt_BRPortuguese