Voltar ao Início

Você está em:

Polícia faz operação contra o tráfico na nova Cracolândia em SP

650 oficiais participam da ação, com objetivo de cumprir 36 mandados de prisão e retirar da região as barracas de usuários de drogas
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

As polícias Civil e Militar, a Guarda Civil Metropolitana e funcionários da Prefeitura de São Paulo desencadearam, no final da madrugada desta quarta-feira (11), uma operação contra o tráfico de drogas na praça Princesa Isabel, no Centro da capital, apontado como novo local da Cracolândia.

A operação começou por volta das 4 horas. Objetivo, segundo a polícia, é cumprir 36 mandados de prisão e retirar da região as barracas de usuários de drogas. 650 oficiais participam da ação.

Até as 9h30, 20 pessoas tinham sido detidas, algumas por resistência. Todos foram conduzidos para a delegacia da Santa Cecília, o DP mais próximo da região.

Também foram apreendidas drogas como maconha, crack e cocaína além de uma balança e cadernos com anotações.

Há efetivo também na Praça Júlio Prestes, para impedir a volta dos usuários à antiga Cracolândia.

O local foi esvaziado em março, mas os usuários de drogas migraram para a Praça Princesa Isabel.

A ação é um desdobramento da operação Caronte, que já foi realizada na região outras seis vezes.

Caronte é o nome de um dos deuses da mitologia grega que carrega as almas dos mortos. A polícia adotou esse nome para identificar a operação porque entende que os traficantes levam os usuários para as drogas, que podem causar a morte deles.
Bloqueios na região
Por conta da ação, diversas ruas do centro foram bloqueadas.

De acordo com a SPTrans, 30 linhas de ônibus estão sendo desviadas desde as 4h30 desta quarta-feira, 11 de maio, em razão de interferência na Av. Rio Branco com a Pça. Princesa Isabel e na Rua Helvétia com a Rua Guaianases, no Campos Elíseos, em ambos os sentidos.

Desvio no sentido centro: Normal até a Av. Rio Branco, Al. Eduardo Prado, Al. Barão de Limeira, Av. Duque de Caxias, Av. Rio Branco, prosseguindo normal.

Desvio no sentido bairro: Normal até a Av. Rio Branco, Rua General Osório, Al. Barão de Limeira, Al. Ribeiro da Silva, Av. Rio Branco, prosseguindo normal.

Posts Relacionados

Em 2023, RJ teve 1 denúncia de estupro de crianças a cada 2 horas e meia

Em 2023, RJ teve 1 denúncia de estupro de crianças a cada 2 horas e meia

Das 8.836 denúncias de abuso sexual registradas no Rio de Janeiro em 2023, 3.540 eram de crianças que tinham até 13 anos

450 famílias foram afetadas pelas chuvas em Barreirinhas, no MA

450 famílias foram afetadas pelas chuvas em Barreirinhas, no MA

De acordo com os moradores, pelo menos 15 bairros ainda estão sendo afetados devido às últimas chuvas em Barreirrinhas

Nível do Guaíba baixa 20 cm em 24 horas, mas água segue avançando

Nível do Guaíba baixa 20 cm em 24 horas, mas água segue avançando

É o menor patamar que o lago atinge desde a tarde de sábado (4). Cota de inundação é de 3 metros

Relevo de Porto Alegre e as ‘marés de tempestade’ travam escoamento

Relevo de Porto Alegre e as ‘marés de tempestade’ travam escoamento

364 municípios foram atingidos pelo desastre climático que causa chuvas intensas e alagamentos no estado

Aeroporto de Porto Alegre suspende voos pelo menos até 30 de maio

Aeroporto de Porto Alegre suspende voos pelo menos até 30 de maio

Local está fechado desde a última sexta-feira (3) devido ao aumento das águas do Guaíba

Chuvas no RS: entenda as causas de uma das piores tragédias climáticas no estado

Chuvas no RS: entenda as causas de uma das piores tragédias climáticas no estado

Meteorologistas explicam que catástrofe é resultado da atuação de pelo menos três fenômenos na região, agravados pelo clima

Segurança para ‘Enem dos concursos’ terá exame grafológico, força-tarefa com PF e Abin

Segurança para ‘Enem dos concursos’ terá exame grafológico, força-tarefa com PF e Abin

Para coibir fraudes, os 2 milhões de inscritos não poderão levar para casa o caderno de provas e terão digitais coletadas

Racismo na escola: acusados podem ser expulsos? Quais as consequências?

Racismo na escola: acusados podem ser expulsos? Quais as consequências?

Especialistas explicam que a instituição precisa investigar as denúncias e tomar as medidas cabíveis

pt_BRPortuguese