Voltar ao Início

Você está em:

Bolsonaro consulta Guedes sobre a Petrobras após recuo de indicados

Nomes indicados pelo governo desistiram de assumir posições de comando na estatal para evitar conflitos de interesse
Picture of Amanda Omura

Amanda Omura

O presidente Jair Bolsonaro (PL) se irritou na segunda-feira (4) com o duplo recuo de indicações do seu governo para o comando da Petrobras. Rodolfo Landim e Adriano Pires desistiram de assumir, respectivamente, o comando do conselho de administração da Petrobras e o da estatal, para evitar conflito de interesses.

Bolsonaro avalia que o impasse, chamado de "lambança" nos bastidores do governo, é responsabilidade do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque – a quem o centrão e também a equipe econômica creditam a escolha de Landim e Pires. Os dois nomes tiveram a benção do centrão mas, publicamente, quem assume a indicação é Bento Albuquerque.
Diante do cenário, sem definição para o comando da estatal, Bolsonaro consultou Paulo Guedes ontem sobre nomes para a estatal.

Entre eles, voltou a ser cotado o secretário de desburocratização da Economia, Caio Paes de Andrade. Ele foi cotado na primeira leva, antes de decidirem por Adriano Pires – mas o ministro Bento preferiu o consultor, uma vez que Paes de Andrade não tinha experiência na área.
Agora, após a desistência de Pires, Andrade voltou a ser cotado por Bolsonaro.

O nome de Andrade agrada também familiares do presidente Bolsonaro, como o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ).

Adriano Pires foi alvo
A desistência de Adriano Pires do convite para presidir a Petrobras decorreu de uma operação organizada pelos que não desejam a privatização da estatal. A avaliação é de aliados do presidente Jair Bolsonaro no Centrão, que defendiam a escolha do economista para o comando da empresa.

Posts Relacionados

Lula diz que pode tentar a reeleição ‘para evitar que trogloditas voltem a governar’

Lula diz que pode tentar a reeleição ‘para evitar que trogloditas voltem a governar’

Petista afirmou, contudo, que há 'muita gente boa' para se candidatar e que reeleição não é primeira hipótese

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Governo é contra qualquer mudança na atual legislação do aborto, diz Padilha

Ministras e ministros do governo Lula se posicionaram contra o projeto de lei que equipara o aborto ao crime de homicídio

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula defende Haddad, ministro diz que fará revisão de gastos do governo

Lula estremeceu o mercado ao enfatizar que não vai apartar agenda social de economia, e precisou defender o ministro

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Lula critica ideia de ‘casas provisórias’ para atingidos por enchentes no RS

Governador do RS anunciou a construção de 500 moradias temporárias, de 27 metros quadrados cada

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

STF dá 10 dias para governo de SP explicar projeto das escolas cívico-militares

Projeto foi sancionado no final de abril por Tarcísio depois ser aprovado na Alesp sob forte protesto de estudantes

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

STF rejeita pedido para proibir parentes na chefia do Legislativo e Executivo ao mesmo tempo

Cármen Lúcia defendeu que cabe ao Legislativo impor restrições a parentes chefiando cargos no mesmo estado

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Lula diz que ‘muita gente fica com raiva’ diante de medidas de proteção ao meio ambiente

Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou uma série de ações do governo para a área ambiental

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Lula encontra Zoran Milanović e reafirma meta de desmatamento zero na Amazônia

Os líderes trataram do estreitamento das relações bilaterais e das relações do Brasil com a União Europeia

pt_BRPortuguese